Imóvel que abrigaria Hospital do Idoso irá à Leilão da Justiça Federal

0

O imóvel onde funcionou, por muitos anos, o Hospital São Camilo e que iria abrigar a partir do próximo mês o Hospital do Idoso, conforme projeto pronto do Governo Municipal, será leiloado. O espaço para instalação de hospital, com 1.634,06m² e terreno c/ 852m², localizado na Rua Lions Club, 15, no bairro Vila Santa Cecília, está entre os diversos bens penhorados que irão à Leilão da Justiça Federal do Município, na próxima terça-feira 28.
O desativado Hospital São Camilo está avaliado em R$ 6.000.000,00, incremento de R$ 10.000,00 e com lance mínimo de R$ 3.000.000,00. Até ontem, o lote tinha sido visitado 63 vezes. Além do antigo São Camilo, outros importantes móveis urbanos, comerciais e industriais, além de terrenos, veículos, entre outros bens serão levados ao Leilão da Justiça Federal de Volta Redonda.
O imóvel onde durante anos funcionou o Hospital São José, c/ 5.424m², terreno c/ 14.342,34m², lote 02, localizado na Rua Fernando Ferrari, 09, no bairro Retiro, é outro que também será levado ao Leilão do dia 28 próximo. O lote até ontem tinha recebido 44 visitas. A avaliação do imóvel está em R$ 12.000.000,00 com incremento de R$ 10.000,00 e lance mínimo de R$ 6.000.000,00. Os interessados poderão rematar também a Sala nº 1.315 c/ 24,50m², no Shopping Pontual, localizado na Rua General Oswaldo Pinto da Veiga, 350, Santa Cecília. A avaliação do imóvel está em R$ 80.000,00 com incremento de R$ 200,00 e lance mínimo de R$ 40.000,00. O lote teve até ontem 19 visitas.
É importante ressaltar que, em 2015 os mais de 14 mil beneficiários da Conmedh Saúde, que prestava atendimento, em sua maioria no desativado Hospital São Camilo, deixaram de ser atendidos. Na ocasião, a Agência Nacional de Saúde (ANS) cancelou o plano por irregularidades, o que ocasionou também no fechamento do hospital.
PROPOSTA PARA O HOSPITAL DO IDOSO
Recentemente, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), fez uma proposta para alugar o desativado São Camilo, que estava fechado, para abrir um hospital destinado aos idosos. De acordo com o projeto, serão 60 leitos, seis UTIs e dois centros cirúrgicos. Ele garantiu que a unidade contará com uma estrutura específica para o idoso e com isso desoneraria parte da rede pública de saúde. E para que pudesse fazer o novo hospital, dentro de todas as normas técnicas, o prefeito procurou o Ministério Saúde que, recentemente enviou os técnicos para a avaliação. Com isso, ele prometeu que até o próximo mês o Hospital do Idoso já estaria em funcionamento. Só que, com essa do imóvel ir a leilão o prefeito não esperava.
É importante ressaltar que, recentemente, técnicos do Ministério da Saúde, acompanhados do prefeito Samuca Silva e do Secretário Municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, entre outros profissionais visitaram o imóvel. Samuca destacou que, após essa visita, os técnicos iriam fazer uma avaliação e dariam sugestões para que, com os dados seria feito um relatório para a conclusão do projeto.
Procurado pela equipe de reportagem do A VOZ DA CIDADE, por meio de sua Assessoria de Comunicação, para falar se já está pagando aluguel do imóvel, se já sabia que o imóvel estava à leilão, se sabia que o imóvel estava penhorado e que iria à leilão por dívida trabalhista, o prefeito nada respondeu até o fechamento desta edição.
Interessado em participar e dar alguma oferta de lances eletrônicos para adquirir qualquer um dos bens oferecidos no leilão, deverá fazer cadastro prévio no site www.fabioleiloes.com.br. A realização do cadastro e o envio da documentação necessária devem ser feitos em até 24 horas antes do leilão, evitando assim, problemas na liberação. No 1º leilão, o lance mínimo é igual ou superior ao valor da avaliação. No 2º leilão é menor. Alguns bens poderão ser parcelados, observando algumas condições. No caso para arrematar veículos em estado de sucata o arrematante deverá ter registro junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Detran), conforme determinação da Lei 12.977 de 20/05/2014 e resolução 530/2015 do Conselho Nacional do Trânsito (Contran).

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !