Feira do Livro de Resende incentiva a literatura entre os jovens e lança novos escritores

0

Os amantes da literatura podem conferir as atrações da quarta edição da Feira do Livro de Resende (Flir), realizada pela Look Mídia Eventos Especiais, com o apoio da Prefeitura de Resende e empresas da iniciativa privada, com o patrocínio da Flix Telecom. A estrutura foi montada no Parque de Exposições Francisco Fortes Filho, na Morada da Colina, com 100 estandes, 30 expositores e 17 palestras. O espaço conta com auditório literário, palco cultural e a Flirzinha, destinada ao público infantil.

O evento gratuito e livre ao público de todas as idades foi aberto oficialmente nesta quinta-feira, dia 7, com discurso de autoridades envolvidas na organização do evento, como o vice-prefeito de Resende, Geraldo da Cunha e representantes das instituições de ensino e culturais envolvidas na programação da feira. A Flir termina no domingo, dia 10, com extensa programação, atividades pela manhã, tarde e noite (9 às 21 horas).

O vice-prefeito de Resende, Geraldo da Cunha e diversas autoridades prestigiaram a abertura da Flir, nesta quinta-feira

ORQUESTRA DE CORDAS

Na abertura oficial do evento ocorreu a apresentação da Orquestra de Cordas de Resende, coordenada pelo Programa Criarte, específico da Secretaria Municipal de Educação com atividades em escolas publicas de ensino na proposta de despertar a vocação artística e cultural dos alunos do Ensino Fundamental. Os novos talentos da música instrumental entusiasmaram o público, levando música e arte ao universo literário.

O grupo formado por 15 músicos, entre crianças, adultos e idosos, um trio de estudantes de violão fez sua apresentação acompanhados por duas cantoras, além do coral da Casa da Cultura Macedo Miranda. No repertório foram executadas canções pérolas dos Beatles, Maria Gadú, Oswaldo Montenegro e Alceu Valença, entre outros.

A Flir é opção de lazer e entretenimento cultural e literário em Resende

Na sequência da programação houve o bate-papo “Literatura infantil e seus personagens”, com Lucinei Campos, no auditório literário, logo depois, no palco cultural, os escritores Davi Daniel e Pamela Mira apresentaram “Histórias assustadoras” e de volta ao auditório literário o público conferiu a palestra ‘O que você quer ser quando crescer?’. “O apoio da família é muito importante para que cada um faça a melhor escolha da carreira para o futuro e seja feliz. Trabalhamos a questão do autoconhecimento e com o colt de carreira contribuímos para o auxilio. Falamos do mercado de trabalho e ajudar os adolescentes a escolher sua carreira”, disse a palestrante responsável, Verônica de Lyra.

Encerrando as atividades da manhã ocorreu a apresentação do Coral Anglo Americano. Para o público infantil, a Flirzinha garantiu uma manhã com contações de história indígenas em dois horários com a índia Santos Cristiane e apresentação de histórias musicadas do Show Cante que Encante, com Joaquim de Paula.

Um dos destaques da Flir é a possibilidade de assegurar o lançamento de novas obras literárias, inclusive de autores regionais. A presidente da Fundação Casa de Cultura Macedo Miranda, Denise Cunha de Assis, comentou esse potencial e incentivou os estudantes no evento a produzir suas obras literárias. “A cultura em todas as formas sempre vai apoiar atividades como a Flir. Está crescendo muito o numero de jovens escritores resendenses. Então criançada, vamos produzir literatura de cordel, histórias. Acreditem nos textos que produzam, os desenhos, ilustrações e vamos fazer bastante livros. Aproveitem a Flir para estimular esse sonho de vocês”, comentou Denise que coordena por intermédio da Fundação Casa da Cultura, na Flir, a exposição “Resende no Tempo de Luiz Pistarini” e o estante da Biblioteca Pública Dr. Jandyr César Sampaio.

A escritora Karen Andrade lançou a obra “Em péssima companhia”no primeiro dia da Flir, em Resende

NOVOS ESCRITORES

Durante a Flir diversos autores regionais aproveitam o Espaço do Escritor para lançar suas obras. Nesta quinta-feira foi o caso da jovem Karen Andrade, com o conto “Em péssima companhia”. Cosplayer, blogueira, fã de jogos de RPG, animes e sagas de fantasia, ela criou a obra inspirada no universo da Terra Média e Hogwarts, leituras de mundos que remetem a um novo local de fantasia. “A obra é destinada aos jovens e adultos, conto a fantasia sombria envolvendo o Reino das Terras Pardas, criaturas mágicas em aventura. A Flir é um evento muito legal, sou de Resende e venho todos os anos, vale a pena conferir”, comentou Karen, que é formada em História (UniRio) / Letras (UFF) e especialista em Educação Tecnológica (Cefet/RJ).

No mesmo estande, quem também aproveitou a Flir para lançar sua obra foi o jovem resendense Wendell Soares, 17, com o livro “Fases, a poesia da vida” “Eu falo sobre a minha vida, são as fases tristes e felizes que tenho em minha vida. Sobre a Flir, é um meio de venda e divulgação, ajuda a expor o nosso trabalho e atrai outras pessoas que não tem acesso aos livros”, frisa o estudante Wendell.  A programação completa da Flir todas as informações do evento constam no site www.feiradolivroderesende.com.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !