Bope faz operação na comunidade do Parque Belém durante a noite

0

ANGRA DOS REIS

Na noite de terça-feira, policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) realizaram uma operação na Comunidade do Parque Belém. O motivo seria a invasão do Comando Vermelho no bairro durante o final de semana, o que estava causando pânico e medo entre a população. Cinco pessoas morreram.

A operação aconteceu horas depois da assessoria do prefeito Fernando Jordão (MDB) informar que ele encaminhou uma nota ao governador Luiz Fernando Pezão, da mesma sigla, criticando a segurança pública de Angra dos Reis.

Foram apreendidas também 200 trouxinhas de maconha e 2704 pinos de cocaína – Divulgação

 

Na ação, os policiais foram recebidos a tiros e um deles acabou se ferindo na mão com estilhaços de bala, sendo necessário ser encaminhado para o Hospital Geral da Japuiba. Ele passa bem, segundo informações da unidade médica.

Após o terreno estabilizado, os agentes iniciaram vasculhamento pelo bairro, encontrando: um Fuzil Fal Nato 7.62; um Fuzil fabricação suprimida calibre .556; uma pistola Taurus PT840; uma pistola Taurus PT 57; dois simulacros de pistola; 200 trouxinhas de maconha e 2704 pinos de cocaína.

Um suspeito que foi baleado durante a troca de tiros segue internado no HGJ.

A ocorrência foi encaminhada à 166º Delegacia de Polícia.

O comando do 33° Batalhão da Polícia Militar em nota afirmou que as ações de levantamento e dados de inteligência estavam sendo levantadas para que pudessem culminar com uma operação exitosa por parte da Polícia Militar. “Essa nação na comunidade do Parque Belém foi alvo de trabalho de inteligência e não colocou em risco a integridade da população. Pede a colaboração da comunidade com dados que possam levar a prisão de mais marginais da lei”, disse a PM em nota.

O telefone para denúncia é (24) 98118-7378 ou (24) 3362-6670. A polícia reforça que o sigilo é absoluto.

PREFEITO FAZ CRITICAS

O prefeito Fernando Jordão manifestou ontem ao governador do Estado, sua indignação contra a desorganização total na segurança pública em Angra dos Reis e exigiu mudanças imediatas no modo de combate à criminalidade na região.

“O Estado não pode ficar inerte por maior que sejam suas dificuldades. Angra precisa ter a presença das Forças Nacionais, pois a segurança do cidadão do interior é tão importante como a do morador da Zona Sul do Rio de Janeiro”. A afirmação foi feita pelo prefeito, ontem, que, segundo sua assessoria, enviou uma ao governador para cobrar e noticiar o que está acontecendo em Angra devido ao descaso com a segurança. “A Prefeitura de Angra, apesar de não ser sua responsabilidade legal, não se acomodou”, garante Jordão.

 

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !