Bombeiros são capacitados para atuarem em abordagens de tentativa de suicídio

0

RIO/ SUL FLUMINENSE

O Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) capacitou, em novembro, mais 26 bombeiros militares no curso Abordagem Técnica a Tentativa de Suicídios. Ao todo, já são 48 “abordadores” especializados para este tipo de ocorrência em todo o Estado do Rio e no Sul Fluminense.

Para o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral da corporação, coronel Leandro Monteiro, o objetivo da capacitação e da qualificação constante em abordagem técnica a tentativas de suicídios é dar uma resposta à sociedade para um problema de extrema relevância e que precisa ser enfrentado por profissionais diferenciados e bem treinados.

Ele explica que estatísticas recentes mostram que a cada 46 minutos uma pessoa tira a própria vida no Brasil.  “Por isso, estamos enfrentando o problema e somos uma tropa de “abordadores” em todo Estado, preparados para atuar com assertividade em situações desse tipo. Se antes utilizávamos o fator surpresa a fim de distrair a vítima e retirá-la do local, hoje atuamos com uma abordagem mais técnica e humanizada”, afirmou o comandante-geral.

Ele lembra que a ideação suicida é resultado de uma conjunção de vulnerabilidades biológicas, psíquicas e sociais, como depressão, experiência patológica de luto, transtornos de personalidade, dentre outras causas. “Sendo assim, durante as aulas (teóricas e práticas), os abordadores aprendem, com psicólogos e psiquiatras, noções básicas de psicologia e psicopatologia da mente, técnicas adequadas de abordagem a pessoas com sofrimento psíquico em tentativas de suicídio, isoladamente e em equipe, procedimentos desejáveis e os que devem ser evitados nestas ocorrências, além de sistema integrado de comando em operações desta natureza”, finalizou.