Espadim 2020 da Aman tem participação de Bolsonaro e comitiva

0

RESENDE

Neste sábado, dia 17, foi realizada a tradicional Cerimônia de Entrega de Espadins aos cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), da Turma Centenário da Missão Militar Francesa no Brasil. Devido à pandemia da Covid-19, o evento contou com a presença restrita de convidados, autoridades civis e militares, além da ilustre participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanhado do se vice, Hamilton Martins Mourão. A solenidade, realizada desde 1932, aconteceu no Pátio Tenente Moura, oportunidade em que foi entregue a réplica reduzida da Espada de Duque de Caxias a 441 cadetes oriundos de todo o Brasil e de Nações Amigas (Moçambique, Senegal, Panamá, Vietnã, Namíbia e Camarões), sendo 399 do sexo masculino e 42 do sexo feminino.

Foram 441 cadetes oriundos de todo o Brasil e de Nações Amigas, sendo 399 do sexo masculino e 42 do sexo feminino -divulgação

Segundo a AMAN, no centro das atenções dos presentes, amarcialidade da apresentação dos cadetes, que adentraram o Pátio Tenente Mouta, é o resultado da disciplina e da obediência e também de vários dias de preparo prévio. Desde o dia 12 de outubro, o grupo de cadetes treina cada passo a ser dado durante a solenidade. Por isso, o espetáculo para quem vê é também sinônimo de orgulho para os cadetes e seus familiares. “Sem dúvidas, chegamos até aqui com muito esforço e dedicação. E pretendo caminhar assim, contando com a família, os irmãos de curso e a AMAN”, revela o cadete destaque da turma, Rafael dos Santos Lelis, de 19 anos, que recebeu das mãos do Presidente da República o espadim.

A cerimônia é marcada pelos ritos e tradições. Cada etapa da solenidade tem um significado especial e histórico.  Uma delas é reconhecer o primeiro colocado da turma e evidenciá-lo publicamente como símbolo do esforço e dedicação desses jovens, que representam a mocidade brasileira. “Orgulho é o que expressa esse momento na vida de meu filho”, afirma a comerciante Leda Lelis, mãe do cadete Lelis.

Cada etapa da solenidade tem um significado especial, um deles é reconhecer o primeiro colocado da turma e evidenciá-lo publicamente – DIVULGAÇÃO

MENSAGEM AOS CADETES

Ao final, Jair Bolsonaro deixou uma mensagem aos 441 cadetes. “Vocês serão nós amanhã. Aos cadetes, confiamos o destino da pátria, pois vocês têm tudo para ser chefe da nação como eu sou. A família aqui presente tem orgulho desses filhos do Brasil, assim como esses cadetes têm esse mesmo sentimento por suas famílias”, destacou o Presidente.

“Esses jovens são a renovação que se faz necessária a cada ano. É daqui que saem os futuros generais. Essa garotada está de parabéns, pois demonstram disciplina e determinação. Eles venceram a pandemia da Covid-19 e hoje, merecidamente são os destaques dessa cerimônia tão simbólica”, afirmou GenEx Tomás, Chefe do DECEx.

Em seguida, a solenidade foi encerrada com o canto da canção da AMAN. Vibrantes, os cadetes e demais presentes entoaram o hino que expressa a lealdade dos cadetes para com a história da Academia e com a carreira que escolheram.

Mesmo com público restrito, os convidados foram devidamente orientados sobre manter-se cuidadosos quanto ao coronavírus.

O presidente Bolsonaro cumprimentou e tirou fotos com moradores da localidade do Primavera, em Floriano-Redes Sociais

IDA A RESENDE

O Presidente da República chegou em Resende na tarde de sexta-feira, dia 16, acompanhado de seu vice, Mourão, sua comitiva: General de Exército, Walter Souza Braga Netto; do Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, General de Exército Fernando Azevedo e Silva; do Ministro de Estado da Defesa, Tarcísio Gomes de Freitas; do Ministro de Estado da Infraestrutura, Milton Ribeiro; do Ministro de Estado da Educação, General de Exército, Edson Leal Pujol; do Comandante do Exército e antigo Comandante da AMAN,  Almirante de Esquadra Almir Garnier dos Santos; do Secretário-Geral do Ministério da Defesa, General de Exército, Marcos Antonio Amaro dos Santos; do Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército, Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva; do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do  Exército (DECEx) e Antigo Comandante da AMAN, General de Exército, Eduardo Antonio Fernandes; do Comandante Militar do Sudeste e General de Exército, José Eduardo Pereira; do  Comandante Militar do Leste, entre outras autoridades.

error: Conteúdo protegido !