Atividade física passa a ser considerada atividade essencial com Projeto de Lei do deputado federal delegado Antonio Furtado

0

SUL FLUMINENSE 

A questão da saúde tem se mantido em constante conversa desde que foi declarada a pandemia do novo Coronavírus. As falas e ações seguem a preocupação com o contágio pelo Covid-19 e esquecem que as pessoas podem ser acometidas por outras enfermidades. Pensando na importância da atividade física para manter a saúde, proporcionar aumento da imunidade e redução da depressão e estresse que o deputado federal Delegado Antonio Furtado protocolou, por meio de sistema remoto da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 2880/2020 que classifica a prática de exercícios físicos como atividade essencial.

– Neste período de pandemia temos visto muitos brasileiros buscando por melhorar a saúde e aumentar a imunidade. Não existe dúvida de que a prática de exercícios contribui muito para melhorar o condicionamento físico e mental. Estudos comprovam a eficácia das atividades para diminuir o estresse e a depressão, por exemplo. Assim, é muito importante essa classificação como atividade essencial – defendeu o deputado.

De acordo com o Projeto de Lei, mesmo classificado como atividade essencial, a prática de atividades físicas precisa respeitar as normas determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para evitar o contágio e proliferação do Covid-19. Assim, os exercícios não podem ter caráter coletivo, com formação de times, grupos ou equipes; deve ser respeitada a distância mínima de 1,5 metros entre os praticantes; obrigatoriedade de uso de máscaras e higenização das mãos com álcool 70% para cada esportista; e em caso de acompanhamento das atividades físicas por professores ou treinadores, os profissionais devem utilizar luvas descartáveis e máscaras;

– Entendemos a preocupação e as ações para controlar a pandemia, mas também observamos a importância de criar possibilidade para a prática de atividades físicas. Essa é uma maneira de promover saúde, desde que respeitadas as determinações e os cuidados básicos – alertou o parlamentar.

error: Conteúdo protegido !