Alex Martins percorre bairro Padre Josimo e fala sobre educação, saúde e transporte público

0

VOLTA REDONDA

Educação, saúde e transporte público foram áreas faladas pelo candidato a prefeito Alex Martins (PSB), durante caminhada neste sábado, 17, no bairro Padre Josimo. Suas propostas de governo foram divulgadas nas principais vias do bairro. O candidato ouviu também as demandas da comunidade.

Ele enumerou os maiores pleitos da população, como falta de estrutura no bairro, fechamento da escola municipal,  mesmo antes da pandemia do coronavírus, e problemas no transporte público. “Aproveitei o momento para explicar que o meu governo não será uma gestão feita às quatro paredes do gabinete, mas sim, de ir às ruas, conversar com as pessoas, olhar nos olhos e buscar resolver os problemas da cidade, a exemplo do que realizei enquanto estive à frente da OAB, através do Projeto OAB Cidadã. Queremos uma cidade mais humana, justa e respeitosa com o ser humano. Para isso, é preciso estar ao lado da população”, detalhou Alex Martins.

Melhorias para a saúde foram apontadas pelo candidato, se eleito. Segundo ele, além das administrações das Organizações Sociais que não deram certo, cita ainda o não atendimento na atenção primária, seja na marcação de consultas ou exames. “Queremos redimensionar a Atenção Básica tornando o serviço eficiente, integrando-o a média complexidade (especialistas), a rede de urgência e emergência, ao CRAS e ao NASF. Também precisamos utilizar a tecnologia a favor da população, criando um aplicativo que facilite a marcação de consultas e exames na rede municipal de saúde”, diz.

Na educação, segundo o candidato, e foi acentuado isso na pandemia, é clara a necessidade de estruturação na rede educacional. Isto porque, o EAD (Ensino à Distância) adotado pela prefeitura não funcionou e ainda promoveu a exclusão social. “No nosso governo vamos implantar o Plano de Carreira, Cargos e Salários de forma gradual, de acordo com os recursos disponíveis e em diálogo com os sindicatos e instituições de classe; criar uma linha de incentivo à formação acadêmica em Pedagogia para professores que atuam na Educação Infantil; extinguir gradualmente os contratos temporários na SME e na Fevre para suprir a demanda de professores, com a utilização de profissionais da própria rede para suprir as carências através de hora extra até a proposição de concurso público. Também vamos investir na melhoria e adequações das unidades escolares e implementação a educação em tempo integral em pelo menos 25% da rede”, afirmou.

A respeito da mobilidade urbana, Alex Martins informou que tem uma proposta de requalificação. Ele lembrou que existe um grande fluxo de veículos em circulação pelas vias públicas e no transporte coletivo os usuários enfrentam problemas devido a atrasos nos ônibus, superlotação. “A gente entende a necessidade urgente de melhorias no sistema de transporte coletivo, além da criação de acessos adequados para usuários dos ônibus, taxis e aplicativos, ações que possibilitem a implantação gradual de melhorias das calçadas, semáforos sonoros e a criação de ciclovias seguras que possibilitem fomentar outros meios de locomoção, como por exemplo, a bicicleta, que tem três vieses: a sustentabilidade ambiental, a prática esportiva e a promoção à saúde”, concluiu.

error: Conteúdo protegido !