Planejamento eficiente – Aposentadoria Feliz

0

Quanto mais cedo se planeja alguma coisa maior a chance de dar certo. E assim também é com o nosso dinheiro. Quando o assunto é planejar a aposentadoria, quanto mais cedo começar, menor o esforço para chegar na reserva ideal. Ao longo da minha vida profissional recebi, várias vezes, pessoas que resolveram traçar um plano de aposentadoria só depois que se aposentaram pelo INSS e viram que o valor do benefício não era suficiente para pagar as contas. Nessa altura da vida, quem não tem nenhuma reserva, vai encontrar muita dificuldade pra construir um montante que o deixe viver sua aposentadoria tranquilamente, a saída é reduzir o padrão de vida forçosamente, muitas das vezes abrindo mão de qualidade de vida e encarando algumas necessidades, como a falta de um plano de saúde e o lazer comprometido.

O Plano de aposentadoria deve ser iniciado o mais cedo possível, de preferência a partir do seu primeiro salário, e se você quiser saber se está no caminho certo, tem uma regrinha criada pelo economista Martin Iglesias que considero bem eficiente: Aos 35 anos você deve acumular um ano do seu rendimento mensal; aos 45 anos, a reserva acumulada deve ser de três anos de renda; aos 55 anos, seis anos de renda e aos 65, nove anos de renda. A partir desta reserva, você pode tirar até 0,6% todo mês que a reserva não vai acabar, mesmo que a rentabilidade tenha sido menor em alguns meses.

Na hora que se pensa em fazer um investimento por mais de trinta anos, muitas incertezas podem surgir na cabeça, como se o investimento será o melhor em qualquer cenário, ou se você estará satisfeito com a instituição por tanto tempo. Para resolver questões como estas temos a Lei nº 6.435, que regulamenta a previdência privada no Brasil. Ela nos permite portabillizar os planos de previdência entre os fundos da mesma instituição ou de instituição diferente, sem resgatar, sem pagar o importo de renda e sem perder o tempo de investimento para o efeito tributário, ou seja, pode começar logo sem medo que no caminho dá para mudar de ideia. Aliás essa é uma vantagem imensa para o investidor, que pode procurar por outra instituição periodicamente para saber se existem outras opções mais competitivas, quando achar é só portabilizar, e isso não dá o menor trabalho, a instituição que recebe seu plano se encarrega de tudo. Quem tem uma previdência a mais de dez anos, pode começar a procurar opções mais rentáveis. Devido ao número menor de concorrência, os planos contratados nessa época, geralmente têm taxas de administração enormes que acabam consumindo toda rentabilidade.

Com essas novas informações você já pode fazer um checkup no seu plano de aposentadoria e fazer os ajustes necessários. Quanto mais cedo, menor o esforço e maior a segurança de não depender do INSS você vai ter.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !