O milagre da portabilidade

0

Sabia que talvez você poderia estar economizando sem fazer nenhum esforço e agora está deixando um dinheirinho passar despercebido pela sua conta e indo embora? Estou falando dos serviços que contratamos há muito tempo e nunca paramos para atualizar o que é oferecido com as propostas do mercado.
Vamos calcular, se você contratou seu plano de saúde, sua operadora de telefonia, sua previdência privada ou seu financiamento imobiliário há muito tempo, ele pode não oferecer as mesmas condições que os mesmos prestadores de serviços ou concorrentes oferecem hoje, e muita das vezes são bem melhores. O problema é que muito dificilmente a proposta de negociação dos valores cobrados vai partir de quem está te fornecendo o serviço, então cabe a você procurar a empresa e solicitar melhores condições do que as que já têm, mas se mesmo assim não conseguir mudar muita coisa, existe uma possibilidade, quase mágica, de melhorar o que já possui. Estou falando da portabilidade.
Começou em 2001 com os planos de previdência privada, sem perder o tempo de contribuição para efeito de imposto de renda, e de lá pra cá é possível portabilizar quase tudo, o plano de celular sem perder o número, o plano de saúde sem ter que sofrer uma nova carência e o financiamento imobiliário com taxas de juros mais atrativas. A parte mais legal é que a empresa que vai receber você como cliente está super interessada nesse movimento, não só pela parcelinha de lucro a mais que vai receber, mas também pelo aumento do Market Share, ou seja, significa que além de estar ganhando um novo cliente, a concorrência perde um e assim aumenta a fração do mercado que a nova prestadora de serviço controla, então, acredite, ela vai fazer de tudo para conquistar você, inclusive cuidar de toda parte burocrática que esse processo envolve.
Neste momento, o processo mais evidente de melhor retorno, é a portabilidade de financiamento imobiliário. Os créditos contratados antes de 2017, em qualquer instituição, com certeza estão cobrando taxas de juros mais altas dos que os que são oferecidos hoje. Assim também são as previdências privadas, aquelas que foram contratadas há seis anos ou mais possivelmente cobram taxas de administração maiores. O fator que ocasiona estes dois eventos é a taxa básica de juros, a SELIC, que ao longo do tempo vem reduzindo e possibilitando aos bancos, financeiras e administradores de previdência privada, cobrarem menos que antes e assim ter força sobre a concorrência.
Agora que já sabe que tem esse poder em mãos, é só ir atrás do seu desconto. Mas antes de fechar a portabilidade, analise se as condições do novo serviço realmente te atendem, pesquise o que comentam sobre o novo prestador, procure saber se existem muitas reclamações e o histórico de desempenho do seu novo contratado. Se mesmo assim ficarem dúvidas, escreve pra mim. Esse dinheiro que vai sobrar, podem potencializar a construção das suas reservas de maneira significativa.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !