Vereador se reúne com empresários e representante de secretaria para tratar sobre redução do ISS  

0

VOLTA REDONDA

O vereador Washington Uchôa (PRB) se reuniu nesta segunda-feira  com o chefe de gabinete da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Leandro Flores, e os empresários Acir Fabiano, que é representante comercial, e o lojista Romero Soares. Segundo ele, o motivo da reunião foi sua preocupação com a geração de empregos na cidade, além da vinda de mais empresas. A pauta foi a redução do Imposto Sobre Serviços (ISS), que é um tributo recolhido pelos municípios.

O imposto é cobrado de empresas e profissionais autônomos e incide sobre uma extensa lista de serviços, que vai desde diversos segmentos da saúde, como médicos, psicólogos e fisioterapeutas, até o transporte e a construção, passando por informática, telemarketing e diversos outros setores. Acir Fabiano disse no encontro que atualmente em Volta Redonda é cobrado 5% de ISS de representação comercial. “Nossa sugestão é que seja reduzido para 2%. Muitos representantes comerciais acabam pagando esse ISS em Pinheiral ou Três Rios, por exemplo, cidades em que o ISS é mais barato. Somos de Volta Redonda e queremos pagar aqui, em nossa cidade, por isso estamos pedindo essa redução”, disse.

Já por parte da prefeitura, Leandro Flores afirmou que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo tem pesquisado setores e empresas, fazendo um mapeamento dos setores de negócios, para ver o que pode ser feito. “Trouxemos há pouco tempo uma grande empresa de telemarketing para Volta Redonda, que já gerou mais de mil empregos. Conseguimos, através de uma lei, aprovada pela Câmara Municipal, reduzir de 5% para 2% o ISS para empresas de teleatendimento, e isso foi o fator primordial para a empresa se instalar em nossa cidade”, falou.

Leandro pontuou na reunião que a secretaria se compromete a fazer um estudo dos últimos anos para saber de quanto foi a baixa no setor de representação comercial e ver o que pode ser feito.

O vereador Washington Uchôa, esse inventivo será primordial para que novas empresas se instalem em Volta Redonda. “Espero que com essa abertura de diálogo consigamos chegar a um consenso. Quanto mais empresas buscando como sede Volta Redonda, melhor. Bom para a prefeitura e bom para a população”, concluiu pastor Uchôa.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !