Movimento ‘O Sindicato é Nosso’ realiza assembleia em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA  

O Movimento ‘O Sindicato é Nosso’, está convocando os servidores públicos municipais para participarem, nesta terça-feira, dia 12, a partir das 17h30min, da assembleia a ser realizada na Câmara de Vereadores, no Aterrado. O grupo garante que, a participação de toda categoria é de extrema importância para juntos decidirem os rumos do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município (SFPMVR). Segundo informou a diretora regional do Sul Fluminense da Federação dos Sindicatos de Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Estado do Rio de Janeiro (FESSPERJ), Rejane Couto Araújo, na assembleia desta terça-feira ficará definido se vai haver nova eleição solicitada na forma estatutária por um servidor membro do Movimento ‘O Sindicato é Nosso’. A diretora lembrou ainda que, para a realização da eleição depende apenas da aprovação da categoria nessa assembleia de logo mais.

Rejane informou que será colocada em discussão a seguinte ordem do dia: destituição de toda a diretoria, anulação de todos os atos do atual presidente e, principalmente, a anulação da alteração do Estatuto que ocorreu na assembleia festa em 1° de novembro de 2014 e por fim eleger uma junta governativa para gerir o sindicato e convocação de uma nova eleição no prazo de 120 dias. A diretora da FESSPERJ garante que, os servidores querem outra eleição. “E é possível que seja num prazo muito curto tipo em 120 dias, no máximo após a assembleia”, informou.

O MOVIMENTO

Indagada pelo A VOZ  DA CIDADE sobre quando e porque surgiu o movimento ‘O Sindicato é Nosso’, Rejane explicou que surgiu da insatisfação de um grupo de servidores quando descobriu a fraude da assembleia montada em uma festa em comemoração ao Dia do Servidor Público, ocasião em que foi alterado o mandato da diretoria atual de 4 para 8 anos. Informou ainda que o movimento conta atualmente com a adesão da maioria dos servidores públicos. “Tivemos mais de 1.500 assinaturas de servidores sindicalizados no abaixo-assinado solicitando a assembleia desta terça feira”, contou.

Sobre o surgimento de um novo pré-candidato à presidência do SFPMVR, a diretora garantiu que o grupo vê com muita satisfação, pois além da disputa ser salutar, isso também é um indício de que os servidores querem mudança. “Esperamos que muitos outros candidatos venham e que muitas chapas sejam inscritas”, disse. Sobre a informação de que a atual presidência entende que a entidade funciona normalmente, Rejane contesta. “Acredito que ele não sabe o que diz, pois quem decide se haverá nova eleição é a categoria. O Sindicato não pertence ao presidente e sim a categoria”, declarou a diretora da FESSPERJ.

PRINCIPAIS METAS

As principais metas do movimento é destituir a atual diretoria, anular todos os atos do presidente de 2017 até o momento atual, convocar novas eleições democrática e transparente onde todos os servidores tenham oportunidade de participar e moralizar o sindicato que se encontra desacreditado pela categoria. “Informamos a quem interessar, que todos os procedimentos para a convocação desta assembleia foi feito como manda as regras do Estatuto da entidade sindical e, principalmente com muita transparência”, relatou Rejane.

Ainda de acordo com a diretora da FESSPERJ, no último dia 5, o servidor Ronaldo Rodrigues, pré-candidato a presidente do SFPMVR, foi procurado por ex- diretores do Sindicato com a proposta de se unirem ao movimento e se prontificaram a convidar o máximo de servidores para lotar a assembleia desta terça-feira na Câmara de Vereadores. “A participação de toda categoria é de extrema importância para que juntos possamos decidir os rumos do sindicato”, concluiu Rejane.

JUSTIÇA

Segundo o SFPMVR, a situação pode ser resolvida na Justiça. “Eles não têm amparo legal nenhum, a destituição depende de assegurar a ampla defesa e cumprir alguns requesitos estatutários que não foram cumpridos. A questão vai ser destitucionalizada. Na Justiça se resolve isso”, informa Aloízio Perez, representante jurídico do SFPMVR.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !