GAT troca tiros com suspeitos de tráfico de drogas nos bairros Cabral e Morro do Cruzeiro, em Resende

0

RESENDE

O Grupo de Ações Táticas (GAT) do 37º Batalhão da Polícia Militar trocaram tiros, na noite de sexta-feira, com suspeitos de tráfico de drogas, no bairro Cabral e Morro do Cruzeiro. Os moradores ficaram assustados com o tiroteio, mas ninguém ficou ferido. Após a troca de tiros, os militares detiveram três mulheres: Raísa Gabriela Gonçalves, 25 anos e Sthefany Cordeiro da Conceição, 23 anos, ambas moradoras em Guapimirim (RJ) e Emilim Elizabeth Alves, 18 anos, residente no bairro Morro do Cruzeiro. Já outros quatro suspeitos, cujos nomes estão sendo mantidos em sigilo para não atrapalhar as investigações, conseguiram fugir. Durante a ação foram apreendidos 65 pinos e 86 sacolés de cocaína pesando 111 gramas, um tablete totalizando quase um quilo de maconha e 39 trouxinhas da mesma droga, duas balanças de precisão, material para embalar entorpecentes, entre eles sacos plásticos, pinos e fitas, seis aparelhos de celular, a quantia em dinheiro de R$281,00, além de um simulacro de pistola, um revólver calibre 38 com numeração suprimida, seis munições de calibre 38, uma munição calibre 50 deflagrada.

Os policiais militares foram até o bairro Cabral para checarem uma denúncia de que em nas proximidades de um bar na Rua Santa Catarina estaria sendo realizado tráfico de drogas. “No momento que chegamos já abordamos Raísa e com ela foi arrecadado seis pinos e dois sacolés de cocaína com os dizeres ‘Caça Fantasma 30’ e um celular. Ao ser indagada sobre o material, ela contou que em uma outra residência, na Estrada da Vargem Grande haveria mais entorpecentes”, contaram os policiais, que seguiram para o imóvel e encontraram Sthefany. “Com a suspeita, que estava deitada em um colchão foi encontrado mais 30 pinos de cocaína e 49 sacolés da mesma droga, além da quantia em dinheiro de R$281,00. Sthefany também informou que havia mais droga em uma residência na Rua Agenor Marcondes Godoy”, contaram. Ao se aproximarem do endereço repassado pela suspeita, o GAT deparou com Emilim próximo a casa. “Quando desembarcamos da viatura para abordagem deparamos com um homem que estava com uma arma de fogo em punho e já foi efetuando vários tiros em nossa direção. Revidamos a injusta agressão e os três suspeitos conseguiram fugir pelos fundos da casa entrando em um matagal”, contaram os policiais que em revista na casa encontraram seis munições de calibre 38, uma réplica de pistola, uma munição calibre 50, aparelhos celulares, além de um tablete de maconha, 29 pinos e 35 sacolés de cocaína, duas balanças de precisão e farto material, como sacos plásticos, para embalar drogas.

Todo o material apreendido e as mulheres foram apresentados na 89ª Delegacia Legal de Polícia Civil (RESENDE). As suspeitas foram autuadas por tráfico de drogas e associação de tráfico de drogas. Já os outros quatro suspeitos que fugiram vão responder de acordo com a Lei do Desarmamento e tentativa de homicídio.

As mulheres foram apresentadas no final de semana, na Casa de Custódia de Volta Redonda, onde passaram por uma audiência de custódia e serão encaminhadas para um presídio feminino na capital fluminense.