Três rios transbordam em Barra Mansa e há possibilidade do quarto, diz Defesa Civil

2

O A VOZ DA CIDADE conversou agora pela manhã com a Defesa Civil sobre a tragédia em Barra Mansa ocorrida ontem, devido a um forte temporal, que pode ser considerada, segundo palavras do próprio prefeito Rodrigo Drable (MDB), uma das maiores já vividas na cidade. Três rios já transbordaram e existe a possibilidade de um quarto transbordar. Famílias estão ilhadas e estão sendo retiradas de suas casas pelo Corpo de Bombeiros em helicópteros.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Sérgio Mendes, em mensagem a nossa equipe, ontem choveu 136 milímetros e era esperado entre 60 e 100. “O rio Barra Mansa transbordou, o rio Bocaina, que fica da região do bairro Siderlândia, também transbordou,  e talvez seja a área que tenhamos mais problemas, pois lá não tem o costume de acontecer isso”, disse Sérgio, comentando que até o momento pode ser o local com mais pessoas desalojadas. “A gente ainda não conseguiu chegar lá, porque o acesso está totalmente fechado”, explicou, contando ainda que o rio Bananal também transbordou. “Mas ainda não teve tanto problema, pois as pessoas foram avisadas pela Defesa Civil antes que acontecesse”.

Ele conta que os bairros afetados são o Boa Sorte, Nova Esperança, São Luis, Piteiras, por conta do transbordo do rio Barra Mansa. O bairro Siderlândia, afetado pelo transbordo do rio Bocaina. E Colônia Santo Antônio e Santa Maria II, afetados pelo rio Bananal. “E a gente tem ainda o rio Paraíba do Sul, que está muito cheio e pode ser que ele comece a jogar água para fora também, porque choveu muito pra baixo da represa do Funil. Sem contar que é uma situação atípica, pois estamos em maio e o período de chuva termina em março. Centro e trinta e três milímetros é muito forte”, lembrou.

Especificamente na área do Siderlândia e Bocainha, a circulação dos ônibus coletivos teve que ser suspensa em função do volume de água nas vias públicas.

Questionado pelo A VOZ DA CIDADE sobre vídeos em redes sociais onde pessoas estão sendo resgatadas pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros, Sérgio confirmou a ação. “É verdade. Na localidade conhecida como Fazendinha, na Bocaininha, uma família ficou ilhada e teve que ser resgatada pelo helicóptero do Corpo de Bombeiros. Pessoas que ficaram ilhadas, pois estavam acostumadas a ficar no segundo andar de seus prédios, até a chuva e a água parar, mas isso não houve. O rio subiu muito e eles ficaram desesperados e os bombeiros tiveram que ajudar no resgate”, concluiu.

A Defesa Civil e a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos não têm uma parcial sobre o número de famílias desalojadas e desabrigadas. Essa informação deve ser divulgada ao longo do dia.

Neste domingo, segundo o Climatempo, a previsão é de Sol e aumento de nuvens pela manhã, com pancadas de chuva à tarde e à noite.

Ontem, o prefeito se manifestou em suas redes sociais, e disse: “Nossas equipes estão percorrendo os pontos de risco desde o início do transbordo do Rio Barra Mansa. As equipes da prefeitura, incluindo Defesa Civil, estão nas ruas. No Boa Sorte, baseamos uma ambulância para atendimentos emergenciais, em frente à Igreja Católica. Bombeiros também estão mobilizados. Tudo indica que essa é a maior enchente já registrada, superando os estragos causados em 2010”, disse.

O A VOZ DA CIDADE continua acompanhando os estrados da chuva, lembrando que o número da Defesa Civil é o 199.

DUTRA FECHADA

O acesso pelo Bairro Bocaininha está fechado pela Avenida Ministro Amaral Peixoto em virtude da enchente. Via Dutra acaba de ser interditada na no sentido Rio de Janeiro nas proximidades da entrada para o Bairro Vila Ursulino e Bocaininha em virtude da enchente no Bairro Bocaininha e adjacentes.

2 Comentários

  1. Fomos pegos de surpresa pelo transbordo do rio bananal também, isso aconteceu por volta de 2 horas da manhã, infelizmente não houve tempo de avisar a defesa civil de barra mansa, pois a enchente veio derrepente.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !