Smac disponibiliza mais um espaço para atender a população em situação de rua

0

VOLTA REDONDA

O frio dos últimos dias está intenso e para amenizar o sofrimento das pessoas que vivem nas ruas, a Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), está oferecendo acolhimento para cerca de 50 pessoas.   Desse número, 18 pessoas são atendidas no Abrigo Municipal Seu Nadim, em parceria com a Smac, 17 pessoas estão pernoitando no Serviço de Obras Sociais (SOS) desde a última quarta-feira, dia 28, e a partir desta sexta-feira, dia 30, mais 15 leitos para pernoite estão sendo disponibilizados em um novo espaço de acolhimento no bairro Nossa Senhora das Graças.

A diretora do Departamento de Proteção Especial Social (DPES), Denise Alves, informou que no abrigo, o atendimento é permanente, mas os demais são temporários e foram preparados especialmente para estes dias de baixa temperatura. Lembra ainda que para este atendimento, as pessoas foram direcionadas pelo Serviço Especializado de Abordagem Social da Smac ou as próprias pessoas manifestaram interesse em serem acolhidas.

CENTRO POP

A porta de entrada para receber estas pessoas é o Centro de Referência Especializado (Centro Pop) para população em situação de rua Uhady Nars), que fica ao lado do Hospital Municipal Dr. Nelson Gonçalves, antigo Cais Aterrado.  “Antes de ir para os albergues, eles tomam banho e jantam. Depois são levados pela nossa equipe numa van para os locais. Temos um funcionário nosso que pernoita junto para prestar auxílio a eles. No dia seguinte, eles também recebem café da manhã”, explica a diretora do DPES.

Denise Alves explicou que, além de cuidar das pessoas neste inverno, a intenção é que aqueles que são munícipes saiam da rua. “Muitos poderão mais adiante ficar por um tempo maior no Abrigo Municipal, cumprindo as regras e receber atendimento mais completo que visam a ressocialização”, informou o secretário Munir Francisco, completando que, como poder público, está agindo rápido para acolher estas pessoas. “Muitos infelizmente não aceitam, mas todos que estão nesta situação de rua, e quiserem, nós vamos receber e protegê-los do frio”, concluiu o secretário.