Restaurante Popular de Volta Redonda vai fornecer marmitex nessa semana

0

VOLTA REDONDA

O Novo Restaurante Popular de Volta Redonda volta a fornecer almoço em marmitex durante esta semana por conta da restrição ao funcionamento das atividades econômicas no município por sete dias para diminuir a circulação do novo coronavírus. A população pode adquirir a refeição, servida em marmitex, pelos mesmos R$ 3,50, das 10h30 às 14h30, até a próxima sexta-feira, dia 3. O desjejum fica suspenso neste período.

O espaçamento de um metro e meio está demarcado para evitar aglomeração em caso de filas e os funcionários continuam fazendo uso de máscaras e seguindo as orientações de higiene contra o vírus.

O prefeito Samuca Silva lembra que o Restaurante Popular é um equipamento fundamental para garantir a segurança alimentar à população e reforça que a equipe de funcionários e a empresa responsável pelo fornecimento das refeições têm se adaptado às mudanças impostas pela pandemia da Covid-19. “Por dois meses e meio, o local forneceu a comida em marmitex e, após semanas reaberto, volta ao sistema para obedecer as medidas de restrição”, informou Samuca, reafirmando que o importante é manter o local funcionando para oportunizar comida de qualidade a custo baixo.

O secretário de Ação Comunitária de Volta Redonda, Ailton de Carvalho, sabe que o momento é de pensar na prevenção à saúde e na diminuição da circulação do novo coronavírus no município. “Mas um dia a dia de alimentação saudável também é imprescindível para a manutenção da saúde. E, neste momento de queda de renda familiar, o Restaurante Popular é a melhor opção”, disse o secretário, lembrando que assim que houver nova flexibilização das medidas restritivas, o restaurante volta a funcionar com café da manhã e almoço em sistema de buffet, respeitando as orientações para prevenção à Covid-19.

A coordenadora municipal de Segurança Alimentar, Cristiane Seabra, disse que o cardápio do Restaurante Popular é adequado para o sistema de marmitex. “Alguns alimentos crus, por exemplo, foram substituídos por refogados, que têm mais durabilidade na embalagem. Além disso, ingredientes como creme de leite e maionese são evitados pois a refeição não é consumida na hora que é servida e não podemos calcular o tempo que o cliente demora para comer.Tudo pensado para garantir a segurança do consumidor e a boa apresentação dos pratos”,falou Cristiane.

Valmira Batista dos Santos, de 68 anos, é frequentadora assídua do restaurante e aprova a venda por marmitex. “Evita a aglomeração e eu não fico sem meu almoço. A comida aqui é barata e muito gostosa”, falou. Ademir Aparecido Lima, que trabalha no bairro Aterrado, também é cliente. “Com o preço cobrado aqui posso comprar a comida fresquinha todos os dias, sem precisar trazer marmita de casa”, disse.

O Restaurante Popular funciona na Avenida da Integração, no bairro Aterrado, em dias úteis, respeitando o calendário da prefeitura de Volta Redonda. Nesta terça-feira, dia 30, o cardápio inclui arroz branco, feijão preto, frango grelhado em cubos, canjiquinha refogada, cenoura refogada, além de suco de uva e doce em tablete.

error: Conteúdo protegido !