Quatis projeta arrecadação de R$ 600 mil com a cobrança do IPTU

0

QUATIS

A arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deve gerar o reforço na receita municipal de Quatis em R$ 587.510,70, segundo dados projetados pela Secretaria Municipal de Fazenda. O governo iniciou na segunda-feira, dia 21, a distribuição dos carnês aos proprietários dos 5.509 imóveis cadastrados no Departamento de Tributos do Município, sendo 3.841 imóveis edificados (69,72%) e 1.668 não construídos (30,28%). Os contribuintes podem quitar o imposto com desconto de 12%, em cota única, ou parcelar em seis prestações. A cota única vence no dia 29 de junho e o parcelamento deve respeitar parcela mínima a partir de R$ 14,72, com o último vencimento no dia 27 de dezembro.

Os carnês são distribuídos pelos próprios servidores do Departamento de Tributos, mas os proprietários podem retirar o os boletos neste próprio setor, que funciona no Centro Administrativo 25 de Novembro, sede da Prefeitura de Quatis. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h, sem intervalo para almoço. O pagamento pode ser feito nas agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco ou casa lotérica.

Segundo o governo de Quatis, o IPTU representa a principal fonte de receita do município, contribuindo diretamente para garantir os serviços essenciais à população, o pagamento em dia do funcionalismo e a realização de novos investimentos a favor dos próprios moradores da cidade. “No ano passado, o valor estimado da arrecadação proveniente do IPTU foi de R$ 413.128,32. Mas o montante arrecadado chegou a R$ 473.517,09. Isso significa mais de R$ 60 mil a mais do que o valor planejado. Embora as nossas maiores fontes de receita sejam as transferências do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), feitas, respectivamente, pelo governo estadual e o governo federal, a receita do IPTU tem uma importância significativa na composição do bolo orçamentário da prefeitura”, informa o prefeito Bruno de Souza (MDB).

Segundo estimativa da área financeira da Prefeitura de Quatis, no exercício de 2018 pelo menos 61% dos contribuintes deverão optar pelo pagamento do IPTU em cota única, gerando dessa maneira a entrada de R$ 477.842,03 nos cofres municipais até o final de junho.

error: Conteúdo protegido !