Prefeitura de Barra Mansa, DNIT e empresas oficializam início das obras remanescentes do Pátio de Manobras

0

BARRA MANSA

Para formalizar o início das obras remanescentes do Pátio de Manobras, previsto para segunda-feira, dia 27, o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, recebeu em seu gabinete na manhã desta quarta-feira, dia 22, os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), das concessionárias que administram a ferrovia, MRS e VLI, do consórcio que realizará a obra, CTesa/ Vereda, e do que fiscalizará os serviços, Concremat/Egis.

Também participaram da reunião os secretários de Planejamento Urbano, Eros dos Santos, de Manutenção Urbana, Luiz Gonzaga, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Vinícius Azevedo.

O prefeito Rodrigo Drable, lembrou do trabalho árduo para continuar essa obra que mudará a mobilidade de Barra Mansa.  “Depois de 80 anos de espera, de muito trabalho nos últimos três anos, Barra Mansa sai do campo dos sonhos e passa para o campo da realidade. Enfim, começa a obra”.

Segundo o DNIT, órgão responsável pelo serviço, a obra de readequação ferroviária de Barra Mansa compreende uma extensão de 4,84 quilômetros de corredor ferroviário no perímetro urbano, incluindo ainda cerca de 5,7 quilômetros de vias urbanas adequadas, reconstruídas ou implantadas e pavimentadas, incluindo também a transferência do pátio de manobras para o pátio de Anísio de Brás.

O novo pátio de manobras, localizado no bairro Vista Alegre, será o primeiro local a receber as obras, que contemplarão a adequação e ampliação do espaço, com a conclusão da construção do galpão administrativo.

Os serviços seguem com a construção da passarela Isaías Leite sobre a Avenida Dário Aragão, próximo ao Campo do Ferroviário, da passarela na altura da prefeitura e mais uma no Parque da Cidade. Também será entregue um pontilhão sobre o Córrego Cotiara, situado perto da Várzea do Quartel.

As obras seguirão com a conclusão do viaduto próximo à Saint Gobain, permitindo a interligação da Avenida Dário Aragão com o prolongamento da Rua Eduardo Junqueira. Já a ponte ferroviária sobre o Rio Barra Mansa, também próxima a via, será transformada em um acesso rodoviária, encerrando o cronograma do DNIT.

Juntamente com as obras, as empresas MRS e VLI farão o puxamento das linhas férreas existentes, bem como a liberação de interferências e janelas de operação ferroviária por parte das concessionárias para o bom andamento das obras.

O contrato n° 0000825/2019, assinado em 11 de dezembro de 2019, tem vigência até 18 de dezembro deste ano, no valor de R$ 20.745.000,00 e prazo de execução de 12 meses.

O engenheiro da Coordenação de Construções Ferroviárias do DNIT, Cicero de Almeida Junior, informou que o órgão se empenhará para entregar as melhorias dentro do cronograma. “Temos 365 dias de trabalho e queremos fazer a nossa sinergia funcionar da melhor maneira possível, para concluirmos essa obra dentro do cronograma. Estaremos trabalhando em conjunto com a área de Meio Ambiente, com as empresas e com a Prefeitura”.

As obras contam com o apoio da Prefeitura de Barra Mansa, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Instituto Estadual do Ambiente (Inea), VLI e MRS.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !