População ouvida em pesquisa aprova medidas tomadas pelo prefeito Samuca no combate ao coronavírus

0

VOLTA REDONDA
Volta Redonda é a terceira cidade do estado com mais casos de coronavírus. São quatro mortes já confirmadas. Pesquisa feita pelo Instituto Orbital apontou que 84% dos entrevistados aprovam as medidas adotadas pelo prefeito Samuca Silva (PSC) de restrição do funcionamento do comércio, suspensão das aulas, de eventos e do controle da entrada de veículos de cidades afetadas pela doença. A sondagem foi feita por telefone, entre os dias 27 e 31 de março, com 400 pessoas entrevistadas. A margem de erro é de cinco pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança avaliado em 95%. Também tiveram apontamentos sobre as posturas do governador Wilson Witzel (PSC) e do presidente Jair Bolsonaro (PSL).
A pesquisa aponta que 28.2% consideram ótimas e outros 55,8% boas as medidas tomadas pelo prefeito, 12,3% acham as ações regulares e apenas 2,5% opinaram de forma negativa. O prefeito recebeu nota oito em desempenho, de 0 a 10. Setenta e oito por cento dizem que Samuca é confiável, 75,5% reconhecem que ele está trabalhando muito, 68,8% confiam na transparência do governo, 84,3% dizem que o chefe do Executivo sabe o que está fazendo e 81,5% afirmam que ele está decidido.
A cidade está no isolamento social desde o dia 13 de março, sem aulas e apenas com o comércio essencial funcionando e deve continuar assim, segundo disse o prefeito ontem em sua live na internet se os números de casos confirmados continuarem a crescer.
Dos entrevistados 57,8% estão em isolamento social total, 32,5% estão fazendo de forma parcial e 9,8% não estão conseguindo ficar em casa. Em percentuais, a maioria dos cidadãos ouvidos disse que está muito preocupado com o coronavírus, 65,8%. Estão pouco preocupados 28,2% e 6% não estão preocupados.
AVALIAÇÃO ESTADUAL E NACIONAL
Os entrevistados foram questionados ainda sobre as ações do governador Wilson Witzel. Para 64,3% deles as medidas adotadas estão aprovadas, 19,8% as consideram ótimas e 44,5% boas. Vinte e oito por cento dos entrevistados falaram que as ações são regulares e 6,5% não gostam.
Sobre a postura do presidente Jair Bolsonaro, 48,3% reprovam, sendo que 20,8% avalia como ruim e 27,5% como péssima. Concordam com o presidente 27,3%, sendo 8,3% ótimo e 19% bom. A avaliação regular é de 23,8%.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !