Operação conjunta da PM e Civil prende quatro suspeitos de morte de homem no Posto de Combustível em Penedo

0

ITATIAIA

Uma operação conjunta de policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar e agentes da 99ª Delegacia de Polícia (DP) realizada na noite de domingo, dia 31, culminou na prisão de quatro jovens, dois de 18 anos, um de 22 e outro de 24 anos, suspeitos da morte de Evandro Marcelo dos Santos, 49 anos. Ele foi assassinado com diversos tiros na região da cabeça, no final da tarde de domingo, em um posto de combustível localizado nas proximidades do portal de Penedo.

O cerco contra os suspeitos de terem atirado contra Evandro mobilizou equipes da Polícias Militar e Civil. Os policiais civis tinham acabado de fazer a perícia no Toyta Etios, de cor preta, que teria sido utilizado pelos criminosos, abandonado no km 313 da Via Dutra, nas proximidades da Fazenda da Serra e retornavam para a Delegacia de Polícia, quando avistaram seis homens caminhando pela rodovia próximo a entrada do Acesso Oeste, em Resende. “A partir daí começou todo o cerco para prender os suspeitos. Solicitamos apoio da Polícia Militar e começou a perseguição do sexteto”, contou um policial civil.

Vítima foi morta com vários tiros na região da cabeça-Redes Sociais

Os policiais militares conseguiram deter quatro homens que caminhavam pela Via Dutra, na pista de sentido Rio de Janeiro, nas proximidades do bairro Marrocos, na região do Acesso Oeste. Já outros dois, fugiram para uma área de mata. “Com o quarteto nada de ilícito foi encontrado. No entanto, um dos suspeitos estava vestindo uma bermuda semelhante à de um dos homens que atirou contra a vítima. Ao ser indagado sobre o crime, o jovem acabou confessando a participação”, explicou um dos militares.  Após cerco na região do bairro Marrocos, os policiais conseguiram capturar a dupla.

Todos os suspeitos foram encaminhados para a 99ª Delegacia de Polícia (DP). Eles confessaram ter roubado o Toyota Etios para praticar o assassinato. Quatro suspeitos foram autuados nos artigos 157 e 121 do Código Penal (CP), ficando todos à disposição da Justiça. Os outros dois prestaram depoimentos e foram liberados, sendo arrolados como testemunha.

CRIME

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu no final da tarde de domingo, dia 31, no pátio de um posto de combustível, localizado próximo ao portal de entrada de Penedo.

Câmeras de segurança do estabelecimento comercial registraram o momento que os homens, armados chegaram em um Toyota Etios, de cor preta. Encapuzados, eles desceram do veículo e seguiram atirando em direção de Evandro. A vítima tentou correr, mas foi baleada. Mesmo caída, os criminosos continuaram a atirar.

Na hora do tiroteio, funcionários e clientes que estavam no posto correram. Assustado, um motorista de um carro que estava abastecendo, saiu em disparada, deixando cair a bomba de combustível. Após o crime, os suspeitos entraram no carro e fugiram.

BRIGA DE FACÇÕES CRIMINOSAS

Segundo agentes da 99ª Delegacia de Polícia (DP) o crime tem relação a briga de facções criminosas.

“Um dos suspeitos de ter participado do assassinato no posto de combustível em Penedo contou que o crime teria ocorrido em razão de uma represália que sofreu há alguns meses. O suspeito disse que a vítima e o enteado, que seria uma facção criminosa, teriam feito um atentado contra ele. Como o enteado saiu da cidade, restou a cobrança do atentado contra a vítima”, explicou o agente da Polícia Civil, acrescentando que a vítima foi executada com vários tiros na região da cabeça.

A Polícia Civil também está investigando a participação de outras pessoas no crime. “Como não encontramos as armas de fogo usadas na morte da vítima. Estamos investigando a hipótese de que os suspeitos tiveram a cobertura de outra pessoa em um veículo para esconder as armas usadas no assassinato. No entanto, não podemos dar mais informações”, contou o policial, sem revelar mais dados sobre a investigação.

Os suspeitos serão encaminhados ainda esta semana para audiência de custodia na Cadeia Pública de Volta Redonda.