Influencer de mídias digitais é preso pela Polícia Civil de Valença sob suspeita de assédio e estupro  

0

VALENÇA

Em menos de 24 horas, policiais da 91ª Delegacia de Polícia (DP) de Valença, prenderam um homem, de 29 anos, que usava influência em redes sociais para assediar e até estuprar mulheres. De acordo com o registro feito na unidade policial, a prisão do suspeito aconteceu no início da manhã de quarta-feira, 15. Ainda segundo o registro, o suspeito é conhecido influencer de mídias digitais na cidade e região.

Segundo declarou o delegado titular da 91ª DP, Carlos Cesar, na manhã de terça-feira, 14, a sua equipe tomou ciência, através de uma matéria do programa Encontro da Fátima Bernardes, da TV Globo, que um dos assuntos mais comentados no Brasil na rede social Twiter era o de que o suspeito oferecia pseudos serviços de mídia para convencer meninas a se relacionarem sexualmente com ele de forma virtual. Ainda de acordo com o delegado, no mesmo dia, os policiais civis conseguiram colher o depoimento de uma das vítimas de estupro e de outras mulheres que acusaram o influencer de crimes semelhantes. As vítimas usaram uma hashtag, que ficou entre as mais comentadas.

O SUSPEITO OFERECIA DIVULGAÇÃO E SEGUIDORES

Segundo foi relatado aos agentes da 91ª DP pelas vítimas, o suspeito oferecia divulgação e seguidores para jovens e adolescentes em troca de fotos e vídeos de teor sexual. A jovem identificada, em seu depoimento na 91ª DP, teria declarado que foi estuprada pelo suspeito em 2013, quando tinha apenas 12 anos de idade.

Após constatar o caso e ouvir as vítimas, o delegado representou pela prisão do suspeito. Para isso, ele contou com o apoio do Ministério Público (MP) e o mandado de prisão foi expedido pelo Plantão Judicial da Capital. Na manhã de quarta-feira, 15, os policiais da 91ª DP conseguiram cumprir o mandado de prisão contra o homem que, segundo o delegado, causou danos físicos e psicológicos a várias mulheres jovens e, por isso a população de Valença está revoltada com as ações criminosas praticadas pelo preso.

REVOLTA DA POPULAÇÃO

Ainda segundo o delegado, a segregação social do suspeito, conforme concordância da Justiça aumenta a tranquilidade social e proporciona maior segurança ao próprio autor, considerando a grande revolta da população contra seus atos. O preso foi capturado no bairro de Aparecida, em Valença e conduzido até a 91ª DP, onde o caso foi registrado. Segundo o delegado, ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável, artigo 217 – A do Código Penal.

O delegado solicita a colaboração da população para ajudar a Polícia Civil fazer de Valença uma cidade mais segura. Pede as pessoas para denunciar qualquer tipo de crime ou o paradeiro de criminosos pelo Disque-Denúncia 2253-1177 e o whatsapp do DD 21 968021-650. O sigilo das denúncias é garantido.

error: Conteúdo protegido !