Empreendedor brasileiro da 3ª idade é o que mais gera empregos no país

0

SUL FLUMINENSE

Em recente pesquisa realizada pelo Sebrae, com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que os empreendedores brasileiros com 65 anos ou mais são os que mais empregam no país. Esse perfil de empresário se concentra principalmente na região Sudeste e apresenta o melhor nível de remuneração

A análise identificou que a maior proporção de empregadores (20%) está localizada nesse perfil de empreendedor. Ainda de acordo com o Sebrae, quando comparados às outras faixas etárias, os donos de negócio que são empregadores nesta faixa etária são os que mais possuem funcionários, sendo 71%, com 1 a 5 empregados; 11%, com 6 a 10 empregados; 10% com 11 a 50 empregados e 8% com 51 ou mais empregados. Assim, apesar de responderem por só 7,3% do total de empreendedores, esses empreendedores da 3ª idade constituem o grupo que proporcionalmente mais gera emprego entre os Pequenos Negócios.

De acordo com o analista do Sebrae Rio, Felipe Antunes, no Estado do Rio de Janeiro tem mais de 1,9 milhão de donos de pequenos negócios. Já empreendedores com mais de 65 anos são cerca de 150 mil, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. “O grande diferencial destes empreendedores é a maturidade dessas pessoas. Eles têm mais tempo a frente do negócio, adquirem mais experiência e conseguem conhecer melhor o seu empreendimento”, analista Felipe.

De acordo com o analista, esse tipo de empreendedor contrata mais. “São pessoas mais seguras conhecem mais o mercado na qual estão inseridos e tem facilidade de contratar pessoas. Quando o empreendedor é jovem quer abraçar várias funções dentro da empresa, quando é mais velho consegue ter uma visão melhor do mercado de trabalho”, destaca.

Para a região Sul Fluminense o analista do Sebrae aconselha que nunca é tarde para empreender. “A terceira idade acaba procurando uma nova fonte de renda e sempre procurar conhecer o mercado que está atuando, procura se capacitar. Além disso, a expectativa de vida do brasileiro aumentou bastante nos últimos anos e eles procuram o que fazer, empreendedorismo ajuda nesta função, manter se conectado ao mercado”.

MAIS DADOS

Os números analisados são relativos ao terceiro trimestre do ano passado, quando o Brasil atingiu 1,8 milhão de empreendedores nessa faixa etária, o que corresponde a 7,3% do total de donos de negócios de pequeno porte. É na região Sudeste que 50% desses empreendedores comandam suas empresas, sendo que São Paulo (29%) e MG (10%) são os estados como maiores concentrações.

Os dados apontam também que os empreendedores com 65 anos ou mais são, em grande maioria, homens (73%), brancos (59%), chefes de família (73%), dedicando-se a um único trabalho (98,8%). Em termos de escolaridade, o empreendedor da 3ª idade é o que tem menos instrução quando comparado aos demais grupos. Em sua maioria, eles possuem nível fundamental (48%). Apesar disso são os que apresentaram o maior rendimento, com 10% com ganhos de mais de cinco salários-mínimos, ou seja, acima de R$ 5.225,00.

Os empreendedores com 65 anos ou mais são os que estão há mais tempo na atividade atual (92% há mais de 2 anos); Esses empreendedores têm mais empregados (entre os empregadores, 29% têm 6 ou mais funcionários); 36% estão em serviços, 23% na agropecuária, 19% no comércio, 14% na indústria e 8% na construção; São os que trabalham menos horas por semana.

Sebrae realizará imersão online e gratuita pra alavancar os pequenos negócios

Estão abertas as inscrições para a Semana Simplifique, que acontece até o próximo dia 11. A iniciativa oferecerá uma série de conteúdos para que o dono de um pequeno negócio fique por dentro das ferramentas e novidades das principais áreas de gestão empresarial. Os encontros são online, gratuitos e as inscrições são limitadas e podem ser realizadas pelo link https://bit.ly/2YQNdoh. A iniciativa é do escritório do Sebrae na Região Médio Paraíba e destinada ao microempreendedor individual (MEI) e ao empresário de micro e pequenas empresas.