Dormir de maquiagem faz pele envelhecer precocemente entre outros danos

0

BARRA MANSA

Poluição, fuligem e até mesmo a fumaça do cigarro podem danificar a pele, mas nenhum desses fatores desgasta tanto ela quanto o uso de maquiagem por longos períodos do dia.

O problema torna-se maior quando somado ao desconhecimento sobre o assunto: a pesquisa mais recente sobre o tema, feita pelo jornal britânico Daily Mail, revelou que 30% das mulheres tem o costume de dormir com maquiagem.

A esteticista Maria Luiza Cardoso afirma que por conta das rotinas aceleradas, muita gente acaba não fazendo a limpeza correta do rosto no final do dia. “A falta do hábito acumula células mortas e acaba por gerar uma série de problemas: agrava a acne, causa ressecamento da pele e acelera o envelhecimento. Em casos mais graves, pode evoluir para uma infecção, alergias, conjuntivites ou blefarites, que são inflamações das pálpebras que podem fazer os cílios caírem. O rímel forma uma espécie de cola, especialmente os que são à prova d’água. Eles fixam na raiz do cílio”, explica, informando que a pele tem uma renovação epidérmica, que acontece independente, mas essa regeneração da pele pode ficar estagnada com tanto produto.

Se evoluir para uma infecção, o problema pode levar até à cegueira. “O problema também pode ser causado pelo compartilhamento de maquiagens e pelo uso de produtos fora da validade ou de qualidade inferior, que contém químicos como chumbo e metais pesados”, citou.

Não limpar o rosto também pode gerar a acne cosmética, pois o acúmulo de maquiagem obstrui os poros, propiciando o surgimento de espinhas, cravos e sinais. As irritações no rosto podem levar ao surgimento de manchas, chamadas de hipercromia pós-inflamatória, especialmente em pessoas com pele mais sensível. Além de causar uma série de problemas, não retirar a maquiagem à noite evita a renovação da pele, uma vez que é nesse período que o metabolismo das células cutâneas está mais ativo, absorvendo melhor os nutrientes.

O PASSO A PASSO DA LIMPEZA

O primeiro é limpá-lo com um demaquilante oftalmologicamente testado, especialmente na área dos cílios.

Como muitos desses demaquilantes acabam deixando resíduos, tais como o silicone, é preciso depois lavar a pele com um sabonete neutro ou do tipo indicado para a pele da pessoa – oleosa ou seca.

O terceiro passo é o uso de um tônico para preparar a pele. Por fim, ela recomenda passar um hidratante que possa ser absorvido pela pele.

Pessoas mais velhas ou com problemas como manchas e rugas devem passar seu creme de tratamento prescrito pelo dermatologista por cima do hidratante. Isso porque a absorção dos produtos para tratamento da pele, como ácidos e clareadores, é menor quando a pele ainda não está limpa.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !