Divulgado resultado da Sondagem Popular sobre intolerância

0

VOLTA REDONDA

O resultado da II Sondagem Popular do Movimento pela Ética na Política (MEP) de 2017 foi divulgado ontem. A ação ocorreu entre os dias 27 a 29 de setembro e foi realizada nas regiões do Grande Retiro ao Norte, no Conforto, no Centro e no Sul da cidade. O objetivo do Movimento foi ‘sondar’ a percepção da população sobre o tema intolerância nas suas variações. De acordo com os conselheiros, o resultado do instrumento popular de escuta faz parte do processo construtivo de ‘cidadania ativa’ do MEP e ouviu em especial os jovens.

Segundo os conselheiros, foram amostrados 25 bairros e os alunos do Pré-Vestibular Cidadão e colaboradores, por meio de questionário coletaram dados dos 300 entrevistados. Informaram ainda que, a visibilidade do resultado quer provocar nos diferentes espaços, reflexões que levem à mudanças de posturas. A sondagem, de acordo com os conselheiros, tem caráter qualitativo e guarda limitações metodológicas, exatamente por ser ‘sondagem popular’.

O trabalho contou com o apoio material da 5ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, em Volta Redonda (OAB-VR). Em relação à pergunta se a pessoa já foi vítima de algum tipo de preconceito ou intolerância, 62% disseram que sim, 30% não, 7% não souberam e 1% não respondeu.

Na pergunta assinale a intolerância ou preconceito da qual foi vítima, 27% disseram que sofreram bulling, 20% devido à classe social, 13% racial, 12% homofóbica,10% por ideológica política, 8% por questão religiosa, 7% sexista, e outro 3% outros. O local onde sofreu a intolerância ou o preconceito, 35% responderam que foi na escola, 25% na Rua, 15% no trabalho, 10% na família, 7% nas repartições públicas, 5% nos espaços religiosos, 3% outros e 4% não responderam.

Na questão se o entrevistado já foi preconceituoso ou intolerante com alguém, 45% disseram que sim, 35% que não, 15% não souberam responder e 5% não responderam. Do total de entrevistados, 45% foram homens e 55% mulheres. A faixa etária dos entrevistados foi de 30% entre 13 anos e 18 anos, 35% de 19 a 30 anos, 15% entre 31 a 50 anos, 10% de 51 a 75 anos, 8% acima de 76 anos e 2% não respondeu. A Sondagem Popular foi coordenada pelo professor do Vestibular Cidadão do MEP, Érique Barcelos, e o diretor geral do MEP, José Maria da Silva, o Zezinho.