BMFC aparece em destaque em esquema clandestino de apostas e compras de resultados

0

Hoje, os munícipes de Barra Mansa foram surpreendidos durante uma matéria produzida pelo Esporte Espetacular, na Rede Globo, onde o Barra Mansa Futebol Clube aparece com o nome citado no esquema clandestino de apostas e compras de resultados – uma máfia para favorecer alguns apostadores.

Segundo a equipe da emissora, a matéria foi apurada durante meses. Eles começam lembrando o Campeonato Brasileiro de 2005, quando um escândalo de manipulação de resultados ficou conhecido como Máfia do Apito, obrigando a anulação e remarcação de 11 partidas. Treze anos depois, o volume de apostas se multiplicou, segundo a reportagem, dando exemplo que, no Campeonato Brasileiro, na Série A são R$ 100 milhões; Série B, R$ 40 milhões; Série C, R$ 25 milhões; Série D, R$ 7 milhões. Esse valor seria por partida.

A Copa do Mundo de 2014 no Brasil teria sido a mais ‘lucrativa’ no esquema. A Federação Internacional de Futebol (Fifa), ainda segundo a reportagem, emboçou R$ 17 bilhões, menos de um terço do valor apostado em todos os jogos das quatro divisões do Campeonato Brasileiro, algo entorno de R$ 60 bilhões. Esquema este que não é regulamentado no País.

Para surpresa do time do Barra Mansa os dirigentes do clube foram citados na reportagem. Ano passado o time disputava a segunda divisão do Estadual. No meio da competição, Lincoln Aguiar, dirigente do clube, teria se reunido com oito jogadores no escritório, segundo a TV Globo, e tentando seduzir a equipe com dinheiro, antes do jogo contra o Audax. Em um áudio, ele aparece oferecendo R$ 2 mil para cada jogador. O time não aceitou, e empatou com o Audax.

Segundo Lincoln, ele não tem nada a falar sobre o áudio, mas menciona que as pessoas precisam ver que isso acontece porque a Federação Carioca não ajuda, então os clubes de menor investimento acabam se sujeitando a isso. “Essa é a realidade do futebol brasileiro e principalmente do carioca”, disse na reportagem.

O ex-diretor do time, Ezequias de Oliveira, comentou que desconhece o fato e que não tem nada a ver com isso.

Thiago Campbell, ex-treinador do Barra Mansa, apareceu na reportagem. Ele comentou que o dinheiro se da fim, mas a índole e a responsabilidade com a sua carreira são coisas que ele leva para o resto da vida. Ele disse que recebeu ameaças quando o caso surgiu na cidade e que tem medo de sofrer retaliação.

A equipe do A VOZ DA CIDADE tentou contato com todos os citados na reportagem, mas todos os números estavam desligados. Nossa equipe trará mais informações sobre a repercussão da notícia ao longo das próximas edições.

LUTO

No blog do time Leão do Sul, uma imagem de luto foi postada com a seguinte mensagem: “#LUTO pelos fatos revelados na manhã deste domingo (25/3) no “Esporte Espetacular” (Rede Globo) que denunciaram dirigentes do Barra Mansa FC tentando convencer atletas do clube a venderem resultados em esquema clandestino de apostas, às vésperas da partida Barra Mansa 2 x 2 Audax. Felizmente, os jogadores não toparam entregar o jogo. O “Blog do Barra Mansa Futebol Clube” clama por mudanças na atual diretoria para que possamos ter dias melhores no Leão do Sul…”, expôs em sua página.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !