Após quatro horas de manifestação, Rio-Santos é liberada em Angra dos Reis

0

ANGRA DOS REIS

Após quatro horas de uma manifestação de funcionários da empresa Limppar, que prestava serviços de coleta de lixo para a prefeitura até o início deste ano, o trânsito na Rodovia Rio-Santos foi liberado. O bloqueio aconteceu nesta sexta-feira, dia 6, na altura do bairro Areal, por volta das 11 horas, e segundo a Polícia Rodoviária Federal afetou os dois sentidos da pista. O congestionamento chegou a seis quilômetros, três em cada lado. A passagem de veículos foi liberada por volta das 15h20min.

Os manifestantes atearam fogo em pneus e impediram a passagem de veículos. Os funcionários da Limppar reivindicam a regularização salarial, que segundo eles está em atraso. Eles pediam a presença de um representante da prefeitura no local para poder liberar a pista.

Funcionários de empresa que fazia coleta de lixo em Angra pedem regularização de salários – Foto: Divulgação

O jornal A VOZ DA CIDADE entrou em contato com a Limppar, que através de sua assessoria de imprensa, disse que o atraso dito pelos funcionários refere-se apenas ao pagamento do vale-alimentação e que o vencimento salarial ocorre nesta sexta-feira, dia 6. A empresa destacou ainda que tem a receber da prefeitura de Angra dos Reis mais de R$ 15 milhões, atraso superior há um ano, pelos serviços que realizou na cidade referentes à coleta de lixo.

Atualmente quem presta serviço à prefeitura na coleta de lixo é a Vital Engenharia.

PREFEITURA QUITARÁ PAGAMENTOS

A prefeitura de Angra dos Reis, através de sua assessoria de imprensa, disse que está, dentro do prazo legal, analisando a última nota fiscal emitida pela empresa Limppar Coletas e Serviços e assim efetuar os pagamentos pendentes. No entanto, de acordo com o governo municipal, diante das manifestações e do risco de os funcionários ficarem sem seus salários, a prefeitura, através da Procuradoria, recebeu uma comissão de trabalhadores na tarde de ontem e marcaram um outro encontro, desta vez na próxima terça-feira, dia 10, às 14 horas, com a prefeitura; o sindicato da categoria, através de seu advogado; e os trabalhadores. Também ficou acertado que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Promoção da Cidadania vai acelerar as medições para pagar a empresa até a data da nova reunião. A intenção do Executivo é garantir que o saldo devido seja utilizado para pagar os funcionários da referida empresa.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação, o contrato com a Limppar foi expirado e não renovado em 31 de janeiro deste ano. A administração municipal alegou que a empresa apresentou diversos problemas durante o período em que prestava serviços ao município e destacou que esse foi um dos motivos que fizeram com que um novo processo licitatório fosse aberto.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !