UBM investiga suposto caso de maus tratos a animal dentro da instituição

0

BARRA MANSA

Em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 20, O Centro Universitário de Barra Mansa (UBM), esclareceu o suposto caso de maus tratos a um cachorro, que ocorreu dentro da instituição na última segunda-feira. Segundo o que foi falado e até divulgado em alguns meios de comunicação é que um cachorro teria morrido após de ter sido jogado por funcionários do segundo andar de um dos prédios. A universidade informou que isso não foi comprovado e que o referido animal está vivo e passa bem.  Foi divulgado que o animal teria sido atendido na Clínica de Pequenos Animais do UBM, mas isso também não aconteceu, segundo a direção. A instituição afirmou que está apurando o caso para tomar as medidas cabíveis.

O que foi apurado até o momento é que pessoas que estavam próximas ao local ouviram um cachorro chorar, e depois o viram correr para fora da universidade. Pessoas teriam dito que viram funcionários do UBM enxotando o animal. As câmeras do local não estariam funcionando há algum tempo.

A UBM informou ainda que, para o caso, foi criada uma Comissão Interna. Esta Comissão conta com integrantes da comunidade acadêmica, administrativa, estudantes e representantes de instituições da sociedade civil.  A direção declarou ainda ser contra qualquer tipo de maus tratos aos animais e repudiou o ato, já que a universidade é um local onde vários cachorros frequentam, e que, inclusive, são alimentados por funcionários.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !