Sindicato desmente notícia falsa de grupo desconhecido sobre negociação do Acordo Coletivo com a CSN em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
Durante a semana, os metalúrgicos da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) receberam um boletim com informações sobre uma possível negociação sobre o Acordo Coletivo com a empresa. A direção do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense esclarece que foi surpreendida com a notícia falsa que está sendo divulgada na cidade por um grupo desconhecido.
A diretoria do sindicato informa que o boletim falso está informando sobre uma proposta de votação de um Acordo Coletivo, que estaria sendo intermediado pelo próprio sindicato.
“Lamentavelmente, o sindicato tem que vir a público, se reportar aos trabalhadores para desmentir que esteja havendo qualquer votação e sequer negociação sobre acordo coletivo de trabalho. Até porque o acordo vigente tem validade de dois anos, portanto, só terá vencimento em abril de 2022”, destacou a diretoria do sindicato em nota.
NOTICIAS SÓ AS DOS ÓRGÃOS OFICIAIS DO SINDICATO
O presidente do sindicato, Silvio Campos, destacou que é importante esclarecer aos metalúrgicos que é fundamental que todos só acreditem nas notícias publicadas através dos órgãos oficiais de informação da sua entidade. Ou seja, no boletim, site www.sindmetalsf.org.br e facebook. “Não está clara qual a verdadeira intenção desse grupo de desocupados, com a divulgação dessas mentiras. E, antes de mais nada o sindicato pede aos trabalhadores que tenham muito cuidado com esse tipo de fake news divulgada, que só traz dúvidas e confusão no chão da fábrica”, disse Silvio Campos.
Campos lembrou ainda que toda a direção da entidade vai ficar em alerta com a maledicência de alguns poucos, que, simplesmente, não têm o que fazer e querem perturbar e trazer prejuízo a luta, que não está fácil, por melhores salários e condições de trabalho. “E, como presidente, reafirmo que no momento não há nenhuma negociação com a CSN sobre acordo coletivo. A nossa campanha salarial geralmente inicia em fevereiro com a pesquisa de pauta de reivindicação junto aos trabalhadores. Na próxima Campanha, vamos juntos lutar para recuperar as perdas por conta da pandemia”, concluiu Silvio Campos

error: Conteúdo protegido !