Sassaricando – Oscar Nora – 28 de agosto de 2019

1

Foto: Divulgação

Lá no andar de cima, no céu, onde moram os deuses do futebol, São Judas Tadeu, padroeiro do Flamengo, não deixa ninguém em paz. Por onde passa, São Judas Tadeu estufa o peito e canta o bordão “Meeennngggooo!!!”.
+
Ele ainda engrossa a voz quando passa por São Genaro, padroeiro do Palmeiras, pelo pacato São Paulo, padroeiro do mesmo São Paulo e por São Jorge, mesmo quando o padroeiro do Corinthians está sobre seu cavalo e de lança na mão.
+
Na segunda-feira, quando passou perto da doce Santa Rita, padroeira do Santos, São Judas Tadeu pediu aos anjos querubins que tocassem suas cornetas para ilustar ainda mais o som do seu canto “mmmmeeeennnggoooooo”.
+

Foto: Divulgação

Mas São Judas Tadeu tem razão de celebrar tanta euforia. Afinal, seu afilhado Flamengo assume o primeiro lugar do brasileirão ao somar 33 pontos, a idade de Cristo de quem São Judas Tadeu foi um dedicado apóstolo.
+
Além disso, seu Flamengo também é o líder do Campeonato Brasileiro Sub-20. E líder invicto. São oito vitórias em 11 jogos, que colocam o rubro-negro em primeiro lugar, isoladamente, com 27 pontos.
+
Como o Flamengo Sub-20 entra em campo nesta quarta-feira, contra o Cruzeiro, certo da vitória do seu afilhado São Judas já está matutando onde encontrar São Sebastião, patrono do clube mineiro.
+
À noite, irá torcer para o time principal do Flamengo enfrentando o Internacional em Porto Alegre. São Judas Tadeu sabe que o time gaúcho não tem um padroeiro isolado, mas a Capela Nossa Senhora das Vitórias frequentada por vários Santos.
+
Por isso vai convidar até santo aposentado para ajudar nas orações e sua certeza de um resultado que levará o afilhado Flamengo às semifinais da Copa Libertadores da América.

Foto: Divulgação ADD

Os atletas brasileiros continuam empolgando nos Jogos Parapan-americanos. Até ontem às 19 horas mantinha a liderança e conquistados dois pódios totalmente brasileiro. No “atletismo, atletas com deficiência visual P11” – Jerusa Santos foi medalha de ouro, Talita Simplício, prata, e Lorena Salvatini, bronze. Nos “50m, atletas natação com má formação congênita” – Ruíter Gonçalves foi ouro; João Pedro Drumond, prata e Vanilton Nascimento bronze. O nadador Daniel Dias conquistou sua 29ª medalha em jogos Parapan.

error: Conteúdo protegido !