Sassaricando – Oscar Nora – 2 de novembro de 2019

0

Chegando a reta final do Campeonato Brasileiro, a CBF definiu dias, horários e locais das rodadas 33 a 36. O clássico entre Flamengo e Vasco, na rodada 34, foi antecipado para quarta-feira, 13 de novembro, às 21h30, no Maracanã, porque o Flamengo decidirá a Copa Libertadores dia 23 de novembro.

+
Quinta-feira passada, o Flamengo salvou-se da derrota, de virada, por milagre. O time exibiu durante toda a partida, mesmo quando estava vencendo por dois a zero, uma qualidade de futebol inferior ao que se tem visto ele jogar desde que assumiu a liderança do torneio. Especialmente os astros da equipe, pareciam estreantes nervosos.
+
Escorregavam, tropeçavam, erravam passes elementares. A coisa piorou quando o Goiás diminuiu o placar para 2 a 1. Em flagrante desequilibro emocional, os cartões amarelos foram surgindo e companheiros de equipe passaram a trocar acusações. No climax, até o goleiro foi expulso depois de cometer uma falta gravíssima no adversário, ainda bem que fora da área.
+
Diante do que se viu, o empate em 2 a 2 foi um bom resultado. Nos segundos finais, num contra-ataque mortal, o lépido Michael ia marcar o gol da vitória de virada do Goiás. Porém, a bola só não chegou até ele porque o inquieto treinador Jorge Jesus, com olhos esbugalhados, gritou “ – AI, JESUS!”. Então, divinamente, o bico da chuteira de um atônito zagueiro desviou a bola.
+
Tomando por base as três últimas rodadas, o que está acontecendo com o Flamengo? Guardadas as proporções, parece semelhante ao ocorrido depois da conquista do campeonato estadual. Na época, depois do título, em 8 jogos, foram 3 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. O drama da noite 31, certamente acendeu luzes de alerta. Espera-se que elas não continuem nervosamente piscando neste domingo. Ao contrário, ganhem a firmeza e claridade de um holofote.

+
Vasco e Fluminense fazem um clássico de alta dramaticidade. Como depois dessa rodada restarão 24 pontos a serem disputados, uma vitória do Vasco da Gama o levará a 41 pontos, faltando apenas 4 pontos para se livrar definitivamente da zona de rebaixamento. Será a consagração do Vanderlei Luxemburgo.
+
Uma vitória do Fluminense, dependendo do resultado do jogo do Cruzeiro, fará o tricolor sair da zona de rebaixamento. E, pelo menos por hora, dará ao treinador Marcão maior prazo de validade. Se ocorrer um empate, terá o sabor de um refresco de chuchu.
+
Quanto ao jogo Santos (3º/55P/DEV) x Botafogo (14º/33P/VDD), misericórdia! Os alvinegros vão segurar um fio desencapado. Numa combinação de resultados, uma vitória será um salto para o 12º lugar. Mas, uma derrota e também uma combinação de resultados, será a zona de rebaixamento. Um empate? O alívio santificado.
+

Foto: Christophe Moratal/COI

Onze anos depois, Bruno Lins, José Carlos Moreira (Codó), Sandro Viana e Vicente Lenílson receberam, esta semana, a medalha de bronze dos Jogos Olímpicos Pequim, no Museu Olímpico, em Lausanne, na Suíça. Os atletas representaram o Brasil no revezamento 4x100m rasos em 2008. O terceiro lugar da equipe brasileira foi confirmado após o jamaicano Nesta Carter ter sido flagrado em exame antidoping. Com a medalha, o Brasil passa a ter 17 pódios nos Jogos Olímpicos de Pequim. Esta também é a 17ª medalha olímpica na história do atletismo nacional.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !