Resende terá oficina de reciclagem para o combate à dengue

0

RESENDE

A Secretaria Municipal de Saúde com apoio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) promoverá na segunda-feira, dia 11, o projeto “Oficina da Reciclagem” visando reduzir casos de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti no município. Será a segunda oficina do projeto e acontecerá no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro Paraíso, situada na Avenida Coronel Abílio Godoy, n° 127, no horário das 9 às 14 horas. A edição anterior, realizada em outubro, teve como tema a confecção de sacolas de compras elaboradas aproveitando sacos de ração.

De acordo com a coordenadora das oficinas, Cristina Rosadas, o projeto se concentra no Paraíso e áreas vizinhas. “A maioria dos focos (dengue) se concentram na região do Grande Paraíso. O objetivo principal deste trabalho é conscientizar a população sobre os riscos e retirar dos lixos e ruas tudo aquilo que possa ser reutilizado de forma a não acumular água e gerar as larvas, enfatizou a coordenadora”, lembrando que foram abertas 20 vagas para a atividade.

A oficina destinada ao público adulto será ministrada pela educadora ambiental Mariana da Costa Facioli. “O objetivo dessa oficina é fazer com que as pessoas tenham uma visão empreendedora, conseguir enxergar no lixo uma possibilidade de renda” ressaltou a educadora.

O tema da próxima edição da Oficina de Reciclagem será ‘Enfeites de Natal’ e, para os trabalhos, é importante levar vidros diversos, tampas, retalhos de tecidos com cores natalinas, rolinhos de papel, garrafas pet, vasilhas de plástico entre outros objetos que possam ser reutilizados para os enfeites.

MUTIRÃO DA DENGUE

O combate ao mosquito Aedes aegypti é feito de forma permanente e em diversas frentes em Resende, através de ações da prefeitura. Um grande “Mutirão Contra a Dengue” foi desenvolvido em 2019 nos bairros Paraíso, Cabral, Morro do Cruzeiro, Alambari e Castelo Branco. A ação ocorreu com a participação de diversos setores da Prefeitura, com o reforço da Cruz Vermelha e da Academia Militar das Agulhas Negras. De acordo com o Comitê da Dengue, a estimativa é de que cerca de seis mil domicílios foram visitados.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !