Resende foca em reforços para o sistema defensivo

0

RESENDE

Ter uma defesa sólida e experiente pode ser um dos trunfos do Resende para a disputa da Seletiva que garante duas vagas para fase principal do Campeonato Carioca de 2019. O setor foi motivo de dor de cabeça do alvinegro nas últimas temporadas com falhas em momentos decisivos. Para que isso não volte a ocorrer, a diretoria não tem medido esforços para reforçar a equipe.  Só para o sistema defensivo chegaram ao clube os zagueiros Lucas Maia, Lucas Tavares, Adriano e o volante Joseph, que pode atuar também mais adiantado como volante. Ainda chegaram o lateral-direito Filipi Souza, o lateral-esquerdo Jeanderson, e o volante Anderson Domingues.

Os dois últimos atletas a chegar como opção para defesa é o zagueiro Rhayne, que disputou a última edição da Série D do Campeonato Brasileiro pelo Atlético Itapemirim (ES). O outro, é o goleiro Ranule, que estava no Tupi (MG) e vem ocupar a vaga no elenco deixada por Arthur, que se despediu do clube após 11 anos.

Rhayne é um velho conhecido do técnico Edson Souza com quem já trabalhou no São João da Barra e no Nova Iguaçu. Aos 28 anos, vai defender o quarto clube no futebol carioca. Ele começou a carreira no Americano, onde também jogou em 2016. Defendeu ainda São João da Barra, Goytacaz e Nova Iguaçu.

Ranule chega ao clube para ocupar vaga deixada por Arthur – Divulgação

Ranule tem 25 anos e pela primeira vez jogará no Rio de Janeiro. Além do Atlético Itapemirim, defendeu várias outras equipes mineiras como Democrata de Sete Lagoas, Esportiva Guaxupé, Nacional de Muriaé e Villa Nova. Gerais. No Resende, Ranule irá disputar a titularidade no gol alvinegro com os novos colegas de clube Luiz Felipe e Jefferson, que retornam ao Resende após defenderem, por empréstimo, Friburguense e Athletic (MG).

Para o técnico Edson Souza ter opções para montar a equipe ideal será importante para que o Resende entre com força máxima na Seletiva. “Serão jogos dificílimos onde a experiência contará muito. Não levar gol, principalmente nas partidas fora de casa, terá uma importância enorme para os nossos objetivos de classificação para a fase principal.”, afirmou o treinador.

O Gigante do Vale estreia na Seletiva no dia 22 de dezembro contra o Macaé, no Estádio do Trabalhador. Também participam da Seletiva o America, Americano, Goytacaz e Nova Iguaçu.