Representantes da Embaixada da Finlândia visitam Casa da Cultura

0

ITATIAIA

Representantes da Embaixada da Finlândia no Brasil visitaram a Casa da Cultura. A comitiva da Embaixada puderam conhecer as instalações da Casa da Cultura, assim como os projetos desenvolvidos como o Curso de Formação para os Artesãos de Itatiaia.

A reunião aconteceu, na última semana, na unidade cultural e contou com a presença do Superintendente de Cultura, Rafael Fioratto, presidente do Clube Finlândia, Oswaldo Castro, do   chefe adjunto da Missão da Embaixada da Finlândia, Sami Wacklin, da coordenadora de Comunicação e Cultura da Embaixada da Finlândia, Luiza Machado, da vice-presidente da Academia de História de Itatiaia, Eliane Barros e de representantes do grupo de artesãos de Itatiaia.

Ele explica que neste ano, é celebrado o centenário das relações oficias entre a Finlândia e o Brasil. Para o chefe adjunto da Missão da Embaixada da Finlândia, Sami Wacklin a experiência foi positiva. “A Casa da Cultura é um espaço muito bacana e que vem realizando trabalhos bem interessantes. Viemos aqui com o objetivo de conhecer as pessoas e falar sobre possíveis parcerias visando fortalecer e difundir a cultura finlandesa. Saímos com um resultado muito bom dessa visita”, afirma Sami.

De acordo com o Superintendente de Cultura, Rafael Fioratto, é através desse tipo de parceria que a cultura do município será ainda mais fortalecida. “As parcerias do clube Finlândia com a cultura estão cada vez mais constantes. A visita da embaixada serviu para fortalecer este contato e projetar possíveis ações  que valorizem a cultura da colônia de Penedo, cultura esta, que é de extrema importância para a história e o turismo de Itatiaia”, relata.

100 anos da Colônia Finlandesa

Em 1929, foi fundada Penedo, colônia finlandesa que recebeu aproximadamente 300 imigrantes ao longo dos anos. A cultura finlandesa está presente até hoje em Penedo, com o Clube Finlândia e as danças tradicionais, o Museu Finlandês e o parque temático Pequena Finlândia, onde fica o posto tropical do Papai Noel, original da Lapônia finlandesa.

Entre os primeiros imigrantes, chegou a artista Eila Ampula, que juntou tradições finlandesas a temas brasileiros em suas tapeçarias. A obra de Ampula feita para a Residência Oficial do Embaixador da Finlândia em Brasília em 1973 foi uma escolha natural para o selo que homenageia as relações oficias centenárias entre Finlândia e Brasil.