Real Madrid, com sérios problemas: Alaba e Isco, infectados com Covid, estão em baixa

0

David Alaba e Isco, decretaram o alerta máximo no Real Madrid, que joga no próximo dia 02/01 contra o Getafe e você pode ganhar um bônus para se divertir no site de games online. Eles aumentam a lista dos que estão com Covid. O austríaco não treinou nos últimos dias e foi para casa aguardar o diagnóstico, mas essa decisão revelou que ele estava infectado. O homem de Málaga testou positivo para antígenos esta semana. Ele teve sintomas de resfriado nos últimos dias e foi considerado positivo.
A ausência de Alaba, que é uma das oito baixas por Covid, é um sério revés para Ancelotti, que tem Nacho como reserva, mas terá que escolher um lateral direito (Lucas Vázquez) e um extremo destro que poderá ser um quarto meio-campista.
Deixa espaço para Nacho, enquanto não se sabe quem será o lateral direito e quem será o ponta direito, quem poderá ser uma quarta parte. Muitos problemas para o líder, que tem o vírus como seu pior inimigo.
O zagueiro e o meio-campista somam-se à lista composta por Marcelo, Bale, Rodrygo, Asensio, Lunin e Davide Ancelotti, filho e primeiro assistente técnico.
O Modric já saiu daquela parte médica, deu negativo, mas está resfriado e continua em casa, sem treinar. Ele não vai viajou para Bilbao no último jogo. Casemiro, sancionado, e Carvajal, ferido, causam dez baixas reais.
O Real Madrid faz consultas com a Liga e com as autoridades nacionais e comunitárias de saúde diante do transtorno que sofre com os casos de Covid atuais e com os casos futuros; O croata Modric poderia ter jogado antes do Cádiz, com permissão da comunidade de Madri, e não pôde fazê-lo em San Mamés, porque a lei basca requer dez dias de quarentena depois de dar negativa.
Diante da bagunça burocrática e das competências que o Ballon d’Or enfrenta, e na perspectiva de possíveis casos futuros, o Real Madrid está fazendo as devidas consultas à Liga e aos diferentes Chefes de Saúde (nacionais e comunitários) para um esclarecimento sobre as medidas com casos positivos. Porque Modric, de acordo com o regulamento da Comunidade de Madrid, poderia ter jogado em Cádiz e, no entanto, de acordo com o regulamento de saúde basco, não o pôde jogar em San Mamés, pois eram necessários dez dias de quarentena.
Carvajal também não foi a Bilbao. Ele continua com seu desconforto na panturrilha esquerda. Quem deu alta foi o Mariano: depois da reação vacinal, que o afetou, hoje treina normalmente.