PM prende suspeito de participar de espancamento e morte de jovem no Morada da Barra

0

RESENDE

Policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prenderam na terça-feira, dia 27, um homem de 37 anos. Ele é suspeito de ter participado junto com outro homem do espancamento e morte de um jovem de 20 anos, no dia 25 de março. O corpo da vítima, com marcas de agressão a pauladas, foi encontrado em um matagal no bairro Morada da Barra, na região das Barras.

Segundo a Polícia Militar, havia vários mandados de prisão em aberto contra o homem. Em um deles, ele é suspeito de homicídio qualificado, cujo mandado de prisão foi expedido no dia 30 de março pelo Plantão Judiciário Volta Redonda e no outro, de lesão corporal seguida de morte com ordem de prisão expedida em 26 de abril pela 1ª Vara Criminal de Resende.

Os militares chegaram até o suspeito após receberem informações de que ele estaria em um imóvel localizado na Rua Dois, no bairro Morada da Barra. “Conseguimos localizar o suspeito em uma casa. Em revista pessoal nada de ilícito foi encontrado com o homem”, disse um militar.

O suspeito foi levado para a 89ª Delegacia de Polícia (DP) onde foram cumpridos os mandados de prisões.

De acordo com o delegado titular Michel Floroschk, este é o terceiro suspeito de ter participado do espancamento que teria causado a morte do jovem. “Este suspeito estava foragido desde que foi expedido o mandado de prisão em março quando foi feita a denúncia de um ex-vereador de Resende e um outro homem que estariam envolvidos no crime”, disse o delegado.

Floroschk relembrou que no dia 31 de março, um ex-vereador foi preso na Serrinha do Alambari e outro homem, foi detido quando estava no carro com uma mulher em frente a um supermercado no bairro Campos Elíseos. “O vereador seria suspeito de ser o mandante do crime e os dois homens teriam espancado a pauladas a vítima até a morte. O motivo do crime seria que a vítima teria invadido o ferro-velho do ex-vereador para tentar furtar. Ela teria sido descoberta e levada para o local onde foi espancada até a morte”, contou o delegado, informando que as imagens do espancamento foram compartilhadas nas redes sociais. “Na imagem, a vítima ainda pedia para os agressores pararem o espancamento”, completou.

RELEMBRE O CASO

No final da tarde do dia 25 de março, policiais militares foram chamados para verificarem uma denúncia de que havia uma vítima de espancamento em um matagal localizado atrás dos predinhos, na Rua Dezessete, no bairro Morada da Barra. No local, os militares encontraram o jovem, de 20 anos, já sem vida. “A vítima, que estava vestida apenas de shorts e tinha várias marcas de leões pelo corpo”, contou um policial na época, informando que o namorado da vítima esteve no local do crime. “O companheiro da vítima disse que o jovem estava realizando pequenos furtos para sustentar o vício em drogas. Por este motivo, a vítima havia sido ameaçada”, comentou.

Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) estiveram no local do crime para exame de perícia. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) do bairro Alto dos Passos.

error: Conteúdo protegido !