PM prende homem que não retornou do Indulto de Natal, em Resende

0

RESENDE

Um homem, de 28 anos, foi preso na tarde de segunda-feira, dia 24, por policiais do 37º Batalhão da Polícia Militar (BPM) no bairro Vila Julieta. Ele, cumpria pena na Penitenciária Industrial Esmeraldino Bandeira, no Complexo do Gerinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por tentativa de homicídio. O detento foi beneficiado pelo Indulto de Natal, em dezembro de 2021, mas não retornou.

A equipe do Grupo de Ações Táticas (GAT I) recebeu denúncia repassada pelo Disque Denúncia (21 -2253-1177) dando conta de que o homem, foragido da Justiça estaria escondido em uma residência localizada na Rua Santos Dumont, na Vila Julieta. “Fomos recebido pelo proprietário que confirmou a presença do presidiário. Após informarmos o motivo da denúncia, o detento se apresentou e não ofereceu resistência no ato da prisão”, explicou um policial.

Segundo a Polícia Militar, o detento estava cumprindo pena no Complexo de Gericinó. Em dezembro de 2021, ele foi beneficiado com Indulto de Natal para celebrar com a família. O prazo para que os internos em regime semiaberto voltassem à cadeia terminou às 22 horas do dia 30 de dezembro, depois dessa data os que não voltaram foram considerados foragidos da Justiça.

De acordo com o Programa Procurados, o homem foi preso em setembro de 2015, por roubar da vítima uma caminhonete Triton, 3.2. Ela seguia de Floriano, em Barra Mansa para Resende. Ao reduzir a velocidade do veículo sob o viaduto em Floriano, a vítima foi surpreendida pelo detento e um adolescente que estavam armados. O preso ainda também estaria envolvido em uma tentativa de homicídio, no dia anterior ao roubo da caminhonete, quando cerca de quatro homens armados chegaram encapuzados, no bairro Novo Surubi e começaram a efetuar disparos no local, que estava cheio de pessoas. O tiroteio atingiu um jovem, de 20 anos e um adolescente, de 16 anos.

Em sua ficha criminal ainda constam anotações por tentativa de homicídio, roubo, desobedecer a ordem legal de funcionário público e corromper ou facilitar a corrupção de menor de 18, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-la.

O preso foi apresentado na 89ª Delegacia de Polícia (DP). Ele será encaminhado para uma unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça, a fim de poder cumprir o restante da pena imposta pela Justiça.