Placa do Mercosul e CRLV digital são prorrogadas para junho de 2019

0

PAÍS/SUL FLUMINENSE

Mais uma vez a implantação da placa Mercosul sofreu mudanças no cronograma. Dessa vez o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anunciou outra data limite para firmar a nova placa. Outra data prorrogada também foi do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Eletrônico (CRLVe), que permitiria que o documento do carro fosse acessado por um aplicativo de celular. Agora a data limite para ambos é 30 de junho de 2019. O padrão já é usado na Argentina e no Uruguai.

Alguns estados, como Rio de Janeiro e Bahia, já estão utilizando o novo padrão de placas, porém, parte dos Detrans ainda não começaram a implantar o modelo. A placa sofreu algumas críticas durante a tentativa de implantação, neste ano de 2018, por causa do tamanho das placas que não se encaixavam em determinados veículos, e por causa dos símbolos de identificação de estado e município. Com isso, no fim de novembro foi anunciado um novo cronograma para cada estado, mas todos deveriam cumprir as regras de adaptação até 31 de dezembro de 2018.

A placa, que foi anunciada em 2014, era para ter entrado em vigor no Brasil em 2016, porém, foi adiada para 2017, ficando por tempo indeterminado. Uma disputa judicial chegou a interromper a obrigatoriedade, mas o governo recorreu e retomou os emplacamentos.

DOCUMENTO DIGITAL DO CARRO
O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Eletrônico (CRLVe) deveria ser implantado até o próximo dia 31 de dezembro, porém também foi prorrogado.
O CRLVe poderá ser utilizado por meio de um aplicativo no celular, como a CNH Digital, no entanto só será emitido para veículos sem débitos e após o pagamento do seguro obrigatório, o DPVAT. Em novembro de 2018, o Contran alterou o texto, exigindo que o documento físico continuasse a ser expedido.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !