Pesquisar valor do material escolar e reaproveitar itens reduz gastos

0

SUL FLUMINENSE

Na reta final para a volta às aulas, muitos pais ainda terão que enfrentar filas e papelarias cheias para garantir a lista do material escolar. Para evitar criar despesas e extrapolar o orçamento financeiro existem orientações que os pais podem adotar. A primeira delas é organizar o orçamento: definir qual o valor limite para a compra do material da lista dos filhos. Tão importante quanto essa ação é verificar o que pode ser aproveitado do ano letivo anterior.

A dona de casa JanaÍna Gomes, tem dois filhos e aguarda o pagamento do dia 30 para ir às compras. “Todo ano compro próximo da volta às aulas, a chance de ter promoção aumenta. Já selecionei com as crianças o que podem utilizar por mais alguns meses e só vamos comprar o que é preciso”, frisa.

A compra coletiva é uma boa alternativa, segundo a autônoma Bruna Medeiros. “Juntamos quatro mães e negociamos com a papelaria. Foi venda por atacado, pagamos 25% a menos”, disse. Já a ortopedista Mariana Flores evita levar o filho à papelaria. “Não recomendo ter criança junto não. Tem que ser fiel ao básico comprar o necessário”, brinca.

Para a economista Renata da Cunha, o cliente deve pedir descontos e optar pela pesquisa de preço. “Pesquisar é fundamental, a variação de preços entre loja pode ser alta. Se tiver a presença da criança, mostre pra ela como é importante economizar, a educação financeira começa na infância. Opte em pagar à vista e também analise se é melhor fazer a compra toda num mesmo local”, argumenta.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !