Mesa Diretora do Parlamento Juvenil é formada com dois representantes da região

0

ESTADO/SUL FLUMINENSE

Uma nova turma do Parlamento Juvenil (PJ) foi formada na segunda-feira, 27, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O projeto está na 13ª edição. E foi a primeira a acontecer na nova sede da Casa e de forma presencial desde o início da pandemia de Covid-19. Tomaram posse 78 alunos. Eles ainda escolheram os integrantes da Mesa Diretora. Dois jovens da região foram eleitos: de Resende e Angra dos Reis.

A mesa ficou assim definida: presidente, Kauan Santana (São Fidélis); vice-presidente,

Maria Inês Quintanilha (Tanguá); 2º vice-presidente, Gabriel Mattos (Miracema); 1ª secretária, Rebeca Aniceto (São João de Meriti); 2º secretário, Breno Costa (Cordeiro); 1º suplente, Pedro Henrique Moreira (Angra dos Reis); e 2ª suplente, Estephany Victoria (Resende). “A minha expectativa é muito grande. Temos, hoje, a oportunidade de ajudar todo mundo que mora no Estado do Rio. Temos que nos unir e agregar. Pretendo promover diálogo, harmonia e transparência na minha gestão”, frisou o presidente do PJ.

Um total de 21 jovens se candidataram a ocupar o cargo de presidente do Parlamento Juvenil. Cada um deles discursou na tribuna do Plenário para defender sua ideia e sua candidatura à Mesa, enfatizando que representam a mudança par um futuro melhor do estado.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), que marcou presença na solenidade, destacou a importância da participação da juventude no Parlamento. Em sua fala, o deputado contou que é autor da Resolução Legislativa 09/19, que criou o aplicativo Legislaqui. O app – já em funcionamento – foi idealizado pela parlamentar juvenil Larissa Westfal, participante da 11ª edição do PJ, que se tornou parte da legislação estadual, e agora será utilizado pelos participantes desta edição para apresentarem seus projetos de lei, que devem ser votados no decorrer da semana. “Precisamos de participação política, e nada melhor do que ver uma juventude tão engajada”, declarou.

Presidente do Parlamento Juvenil, a deputada Dani Monteiro (PSol) afirmou que, ao ver os jovens participando, ela retoma um pouco da sua trajetória. “Nossa juventude representa o presente, mas sobretudo o futuro do nosso país. Eu me recordo muito do momento que fui secundarista, que acompanhei e ocupei o grêmio da minha escola, ajudei a produzir política para sustentar a nossa escola. Retomo o passado e sinto um orgulho muito grande desse presente, em eleger esses parlamentares juvenis”, comentou a parlamentar.

CRONOGRAMA

Durante toda semana os parlamentares juvenis participam de atividades. O projeto termina nesta sexta-feira, 1º. Além das obrigações legislativas, também serão proporcionadas atividades culturais como batalha de rimas, show de talentos e visitas institucionais à Fiocruz, ao Museu da República e à Zona Portuária do Rio de Janeiro.