Médico que atua na linha de frente desde o início da pandemia é o primeiro a receber vacina da Covid-19 em Pinheiral

0

PINHEIRAL

Em Pinheiral, a terça-feira, dia 19, começou com muita esperança. Foram entregues no final desta tarde as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 que inicialmente serão aplicadas nos idosos internados no asilo da cidade, Recanto dos Velhinhos Francisco Gonçalves Barbosa, e nos profissionais da saúde que estão na linha de frente da pandemia na cidade. Após vacinar a primeira pessoa, o médico e diretor do Hospital Municipal Aurelino Gonçalves Barbosa, Edson Marques, de 69 anos, que está desde o início da pandemia trabalhando e não contraiu a doença, a vacinação para os outros profissionais da saúde terá início nesta quarta-feira, 20.

O prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa, esteve presente no hospital e acompanhou o momento histórico que aconteceu no Ambulatório Municipal do complexo hospitalar. Doutor Edson já exerce a profissão de médico há 45 anos e falou sobre a sensação de ser o primeiro da cidade a tomar a vacina contra a Covid-19. “Tenho quatro motivos pra me vacinar: estou desde o início da pandemia na linha de frente, tenho 69 anos, sou hipertenso e tenho uma mãe de 96 anos pra cuidar. A palavra é esperança. Precisamos ter esperança de que a vacina funcione e de que todos nós possamos nos unir para derrotar essa doença. Vamos todos tomar a vacina e lembrar que ela não é cura. Precisamos continuar seguindo todas as medidas de prevenção como o uso de máscara, álcool em gel e dar continuidade ao distanciamento social, assim como evitar aglomerações”, afirmou.

Foram destinadas ao município pelo Governo do Estado 540 doses da vacina Coronavac, desse total inicialmente 260 pessoas serão vacinadas. As doses ficaram armazenadas em refrigeração no Ambulatório Municipal, localizado dentro do Hospital Municipal Aurelino Gonçalves Barbosa, na Rua Francisco Ribeiro de Abreu, número 60, bairro Mutirão.

De acordo com a enfermeira, Marcia Abbado, coordenadora de imunização do município, o Programa Municipal de Imunização respeitará todas as orientações do Ministério da Saúde. Ainda de acordo com ela, as estratégias já estão todas organizadas e serão adotadas conforme a velocidade que o município receber as vacinas. “Já temos toda a infraestrutura necessária para o armazenamento das doses da vacina, profissionais capacitados e pontos de vacinação. A vacina será administrada em duas doses. Vale lembrar a importância de continuar fazendo o distanciamento, usando máscara e álcool em gel. Temos que continuar nos cuidando, porque o processo de imunização de todos levará tempo”, explicou.

No município, a vacinação ocorrerá de acordo com determinação da nota técnica do Plano Nacional de Vacinação emitido pelo Ministério da Saúde, ou seja, em ordem de prioridade já emitida.

O prefeito Ednardo Barbosa ressaltou o público-alvo inicial das primeiras doses. “É um dia histórico para a nossa cidade. Nesta manhã estivemos reunidos na Secretaria Municipal de Saúde finalizando o planejamento da vacinação. Como foi ofertada em pouca quantidade pelo Governo Federal, será priorizada a vacinação inicial dos profissionais de saúde, que estão na linha de frente da COVID-19 e idosos (sendo os primeiros, os que estão internados em local de longa permanência). Faremos a vacinação conforme número de vacinas disponibilizadas e seguindo as orientações da Nota Técnica emitida pelo Ministério da Saúde”, disse o prefeito.

É importante lembrar que a vacina será administrada em duas doses e que de acordo com as informações da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde , a vacina Sinovac/Butantan deverá ser aplicada num intervalo entre as doses, de 02 a 04 semanas. É importante, no entanto, continuar seguindo todas as orientações de cuidado para evitar o contágio da doença e, sobretudo, manter o distanciamento social nesse período.

error: Conteúdo protegido !