Jogadores do Voltaço doam sangue para o Hemonúcleo de Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

O Núcleo de Hemoterapia de Volta Redonda, localizado no Hospital São João Batista (HSJB), recebeu a doação de sangue de jogadores do Volta Redonda FC na última sexta-feira, dia 24. A ação faz parte da campanha “Voltaço Sangue Bom”, promovida pelo clube em parceria com o Hemonúcleo, que teve início na sexta e irá até o dia 30 de junho. Além dos atletas, o presidente do Esquadrão de Aço, Flávio Horta, a mascote Jaguatirica e alguns torcedores estiveram presentes no Banco de Sangue de Volta Redonda.

O presidente do Voltaço falou sobre a importância da ação e também aproveitou para convocar os torcedores para irem até o Hemonúcleo fazerem a sua doação. “O Volta Redonda tem que existir não só para jogar futebol, mas para trazer tudo o que for de bom e possível para a cidade. Estamos realizando esta campanha maravilhosa, que tem o apoio dos jogadores, dos nossos funcionários e da torcida. É muito gratificante assistir esta ação, que irá ajudar a salvar muitas vidas. Quero aproveitar também para convocar a todos os torcedores para participarem e darem as mãos nesta corrente do bem”, destacou Flávio.

Dentre os doadores, estava o zagueiro Thomas Kayck, que doou sangue pela terceira vez. “Muito importante estar doando, contribuindo para salvar até quatro vidas. Sabemos que os bancos de sangue estão sempre precisando das doações e é legal estarmos participando de uma campanha para que as pessoas se atentem para a importância de estarem sempre doando sangue”, disse.

Também doaram sangue o lateral-direito Iury, o atacante Natan e o volante Pedro Thomaz, todos realizando a doação pela primeira vez. “A sensação é muito boa de estar doando sangue pela primeira vez. É um ato muito importante, que ajuda a salvar vidas e, com certeza, voltarei para doar outras vezes”, ressaltou Thomaz.

O vice-prefeito de Volta Redonda e diretor-geral do Hospital São João Batista, Sebastião Faria, foi até o Hemonúcleo agradecer a participação de todos. “Muito importante ter esta parceria com o time da cidade, somando forças em prol das muitas vidas que serão salvas com estas doações. Só tenho que agradecer a todos os jogadores, torcedores e à diretoria do Voltaço pela parceria para a realização da campanha”, disse Faria.

Junho vermelho

Além da campanha do Volta Redonda FC, a responsável pela captação de doadores da unidade, a assessora administrativa Cristina Maria Oliveira Teixeira, explicou que, durante todo o mês de junho, mês conscientização para a doação de sangue, o Hemonúcleo recebeu também campanhas de outras instituições da cidade, como OAB-VR, UFF, UniFoa e Rotary Club.

“Somos o único hemonúcleo do município e que abastece não apenas os hospitais da cidade, mas também os de Pinheiral e Piraí. Este tipo de ação conjunta é muito importante, porque incentiva e contribui para que as pessoas reflitam sobre a importância da doação e incluam como uma cultura este ato humanitário, que pode salvar até quatro vidas”, afirmou Cristina.

Como doar

O Banco de Sangue funciona no Hospital São João Batista e a captação de doadores é feita das 7h às 13h, de segunda a sexta-feira. Não é necessário o agendamento para a realização da doação e nem estar em jejum. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (24) 3339-4242 (ramal 325 e 326).

Requisitos para ser doador

– Pessoas entre 16 e 69 anos (menores de 16 e 17 anos precisam da autorização dos pais ou responsáveis);

– Estar em boas condições de saúde (quem apresentar febre, gripe ou outras infecções não deve doar sangue);

– Aguardar dois dias se foi vacinado contra a Covid-19 com a vacina CoronaVac;

– Aguardar sete dias se foi vacinado contra a Covid-19 com outro imunizante.