Granato quer nova licitação para o transporte público em Volta Redonda 

4

VOLTA REDONDA 

O vereador Washington Granato manifestou-se esta semana, durante a sessão ordinária, contra a péssima qualidade do transporte público em Volta Redonda. O parlamentar vem recebendo inúmeras reclamações de usuários nas ruas, por telefone e por meio das redes sociais, e anunciou que irá atuar para fiscalizar e cobrar a eficácia dos serviços, e, se necessário visando até a cobrança de uma nova licitação pública para o transporte.

A Câmara Municipal, a pedido de Granato, está criando uma Comissão Especial para buscar soluções e prevê ainda a realização de uma audiência pública, onde a população terá voz e poderá colocar todas as suas críticas ao sistema de transporte público.

“Tenho recebido reclamações quanto aos horários dos coletivos. São estudantes dizendo que chegam atrasados às aulas; pessoas que chegam atrasadas às consultas médicas ou às vezes nem conseguem chegar;  trabalhadores que não conseguem chegar ao trabalho, isso porque os ônibus não passam na hora certa ou porque alguns horários são suprimidos, obrigando os usuários a permanecerem um longo tempo no ponto”, lamentou Granato, salientando que recebeu também reclamações de pessoas com deficiência que enfrentam dificuldades de acesso aos coletivos.

Na avaliação do vereador, todas essas reclamações demonstram a deficiência do transporte público no município, e que somente uma nova licitação pode garantir o serviço digno e eficiente que o volta-redondense merece. Outra reclamação é com o fato dos motoristas estarem exercendo dupla função, de condutor e cobrador, o que causa transtornos aos profissionais e ainda mais atraso nas linhas. Outro problema é com o estado dos ônibus, que às vezes quebram no meio do percurso. O vereador, no entanto, ressalta que a população não pode culpar os profissionais pelos problemas, pois o que não está funcionando bem é a gestão de algumas empresas e as condições dos veículos.

“É uma pena que uma cidade do tamanho de Volta Redonda, com empresas do tamanho que Volta Redonda tem preste um serviço de tão baixa qualidade e ainda cobre uma tarifa de R$ 3,80. A população pede que esta Casa Legislativa tome providências e nós não podemos ficar inertes com relação ao que vem ocorrendo. Eu convidei aos meus colegas vereadores para analisarmos tudo o que pode e deve ser feito e vou atuar no sentido de garantir o direito de ir e vir do cidadão”, destacou, frisando que também irá apurar denúncias de que algumas empresas estão reduzindo o quantitativo de ônibus circulando em cada linha.

 

 

4 Comentários

  1. O pior é de manhã, eu tenho q ta no serviço 5:20 e os ônibus passam atrasados e ainda alguns vão na garagem, mas se pedimos pra parar perto de algum lugar q não seja o ponto por causa do horário eles não podem.
    Sei q não é obrigação, mas sei q esse horário podem parar fora do ponto e msm assim se negam, mas as vezes vão na garagem já arrasado pra deixar um funcionário.
    Não acho justo.

  2. A falta de respeito e o excesso do velocidade dos ônibus principalmente da Sul fluminense. Os órgãos responsáveis deveriam fiscalizar.
    a rua 21 na vila Sta Cecília é uma pista de corridas. A qualquer momento vai acontecer um acidente. Os motoristas saem das vagas sem olhar e muitas vezes por querer causam prejuízos aos outros motoristas. Concordo plenamente em mudar.

    • se eu conheço bem o ctb a preferência é sempre do maior para o menor carro pequeno não respeita ônibus. Os motoristas tem que respeitar quem está ali trabalhando e carregando vidas.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !