Governo do Estado divulga atrativos turísticos do interior fluminense

0

SUL FLUMINENSE

O Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou nesta semana o novo material de divulgação das atrações turísticas das seis regiões fluminenses. O objetivo das peças promocionais que serão distribuídas nos pontos turísticos é atrair para as cidades do interior o fluxo de visitantes.

Segundo o secretário de Turismo, Nilo Sergio Felix, a qualidade e diversidade do material é importante para trabalhar todas às nuances turísticas do estado. Nele estão destacados os roteiros do interior fluminense como as regiões da Costa Verde, Vale do Café e Agulhas Negras. “Em 2017, o Rio de Janeiro recebeu cerca de sete milhões de visitantes, sendo, aproximadamente, 32% de estrangeiros e 68% brasileiros, que, na maioria das vezes, desconhecem os municípios localizados a poucos quilômetros da capital. Temos mar e serra a poucas horas de distância um do outro. O novo material foi elaborado, visando atender às necessidades dos visitantes e a facilidade de consulta”, explicou o secretário.

O kit de divulgação é composto por dez peças promocionais: folhetos, pencard, z-card, mapas e banners. O material será distribuído em hotéis, eventos nacionais e internacionais e nos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, como por exemplo o Pão de Açúcar e o Corcovado, que recebem anualmente mais de três milhões de pessoas. Ao menos seis folders apresentam as regiões Metropolitana, Costa do Sol, Costa Verde, Agulhas Negras, Vale do Café e Serra Verde Imperial. Nos folhetos, que têm tiragem de 120 mil unidades, o visitante encontra um pequeno resumo das características de cada cidade.

O Pico das Agulhas Negras é um dos atrativos de visitação em Itatiaia, na região das Agulhas Negras

POTENCIAL TURÍSTICO

No Vale do Café, denominação turística da região onde o café foi a principal fonte de renda no Século XIX, estão os municípios de Vassouras, Valença, Rio das Flores, Barra do Piraí, Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Paty do Alferes, Miguel Pereira, Paraíba do Sul e alguns distritos como Ipiabas e Conservatória, que pertencem a Barra do Piraí e Valença. Lá existem casarios antigos, igrejas, estradas e fazendas, que pertenceram aos famosos barões do café e fazem parte da história do Brasil Imperial.

Na Costa Verde, estão Mangaratiba, Angra dos Reis, Itaguaí e Paraty. As praias, a gastronomia e os eventos culturais como a Feira Literária Internacional de Paraty são alguns dos destaques.

E na região das Agulhas Negras, estão Resende, Itatiaia, Porto Real e Quatis. O principal destaque é o Parque Nacional do Itatiaia, um dos atrativos mais visitados no estado e que integra o Pico das Agulhas Negras, maciço que também tem área no estado de Minas Gerais.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !