Governo de Volta Redonda comenta ações no setor de emprego

0

VOLTA REDONDA

O prefeito Samuca Silva afirmou que, depois de um primeiro semestre em que a cidade gerou 440 postos e trabalho, espera que a segunda metade do ano seja ainda melhor. As razões para o otimismo do prefeito, além do desempenho do emprego na cidade durante o primeiro semestre, são a recuperação da economia do país, ainda que em ritmo moderado, e a efetivação de dois investimentos de porte: o Shopping Park Sul e a Utility, empresa de telemarketing que está se instalando na cidade. “O ano de 2018 será o ano do emprego em Volta Redonda.  Só esses dois empreendimentos vão criar mais de 3.500 vagas, sendo três mil no shopping e seiscentos na empresa de telemarketing; e o que é ainda melhor, são postos de trabalho adequados para jovens em busca da primeira oportunidade”, afirma Samuca, lembrando que a Utility já contratou duzentas pessoas, que estão em treinamento, e se prepara para admitir mais.

O prefeito ressaltou que Volta Redonda passou por mudanças que melhoraram o ambiente de negócios e permitiram que as empresas gerassem mais empregos. Isso se refletiu, inclusive, na maior geração de postos de trabalho na indústria. “A economia do Brasil mudou nesses últimos anos, e as condições hoje, se não são ideais, são melhores do que em 2015 e 2016, mas também foi preciso mudar o ambiente de negócios em Volta Redonda, criando na cidade uma ecologia favorável ao empreendedor. Tornamos o processo de registro das empresas muito mais simples, abrimos canais constantes de diálogo com as entidades que representam os empresários e passamos a ter na CSN, maior empregadora e maior geradora de arrecadação na cidade, um interlocutor com quem se conversa com respeito e boa vontade, em vez de um adversário com quem só se interage através do Judiciário”, disse Samuca.

SETORES

A construção civil, que abriu 255 postos de trabalho, e a indústria, com 123, foram os principais responsáveis pela recuperação dos empregos na cidade entre janeiro e junho. Agora, com a criação de vagas chegando também ao comércio e ao setor de serviços, a expectativa é de que a condição de polo regional, de que a cidade já desfruta, seja ainda mais destacada. A renda gerada nos setores como indústria e construção tende a gerar demanda para o comércio e os serviços, que são setores em que o estabelecimento de empresas é mais dinâmico,  por exigir investimentos menores.

O prefeito Samuca Silva disse que novas empresas serão muito bem-vindas, e que as empresas existentes serão sempre tratadas como parceiras da cidade. “Volta Redonda vai estender o tapete vermelho para todos os que geram empregos, sejam empresas que já estão estabelecidas na cidade ou recém-chegadas. Uma população que tem emprego tem condições de se dar mais qualidade de vida, colaborando com os esforços do poder púbico. Assim, ajudar a criar postos de trabalho é prioridade deste governo”, disse Samuca Silva.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !