Dois homens sofrem tentativas de homicídio em Quatis e em Resende

0

AGULHAS NEGRAS

Dois homens, um de 36 anos e outro, de 29 anos, sofreram tentativas de homicídio neste final de semana. De acordo com a Polícia Militar, os crimes aconteceram em Quatis e em Resende. As vítimas foram socorridas e não correm risco de morte.

Na manhã de domingo, dia 1º, policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram até o Hospital Municipal São Lucas, em Quatis, para verificarem a entrada no Pronto Socorro de um homem, de 36 anos, esfaqueado. A mulher da vítima, segundo os militares, contou que o casal estava em casa quando um homem, cujo nome não foi revelado, invadiu o imóvel localizado no bairro Bondarovsky. “O suspeito entrou no imóvel e desferiu golpes de faca nas costas da vítima”, contou um militar, informando ainda que a vítima, embora não corra risco de morte, ficará internada na unidade hospitalar em observação.

A tentativa de homicídio foi registrada na 100ª Delegacia de Polícia (DP) de Porto Real, que já está investigando o caso.

Já no final da tarde de domingo, um homem, de 29 anos, foi baleado na panturrilha da perna esquerda. O crime aconteceu no viaduto do bairro Fazenda da Barra II, em Resende. Os suspeitos seriam dois homens em um carro não identificado.

Os policiais entraram em contato com a vítima no Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco. A vítima disse que estava em seu veículo junto com a sua namorada e ao passar no viaduto que dá acesso ao bairro Fazenda da Barra a Via Dutra, foi abordado por dois homens em um veículo que não sabe informar. “A vítima disse que o carona do veículo armado ordenou que saísse do carro pedindo o celular. Neste momento a vítima ouviu um dos homens dizer que não seria o ‘Robson’ e que ele havia se confundido. O suspeito devolveu o celular a vítima que ouviu o disparo de arma de fogo em seguida e notou que a perna estava sangrando”, informou um policial, acrescentando que a vítima entrou no carro e dirigiu até o Hospital Municipal de Emergência.

Após medicada, a vítima e a namorada foram levadas para a 89ª Delegacia de Polícia (DP), onde prestaram depoimentos e foram liberadas.