Comissão da Pessoa Com Deficiência vistoria nova sede da Alerj

0

ESTADO

O deputado Marcelo Cabeleireiro, presidente da Comissão da Pessoa Com Deficiência, esteve acompanhado do coordenador Charles de Souza e demais assessores da Comissão no novo prédio da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, ontem para verificar as condições de acessibilidade no local.

Ele disse ter ficado satisfeito com o que encontrou. “Fiquei muito satisfeito com o que vi. Tanto a sala da Comissão quanto o meu gabinete são ambientes acessíveis, como deve ser. Esse é um direito do cidadão com deficiência e tem que ser respeitado. A mudança vem em boa hora e terá um impacto positivo nos atendimentos realizados,” destacou Marcelo.

São 31 andares e três subsolos. No primeiro subsolo do edifício, fica o coração da nova Alerj: o plenário, onde ocorrem as votações.

A zona alta, que vai do 20° ao 30° pavimento, possui um banheiro masculino e um feminino com acessibilidade por andar, enquanto a zona baixa – até o 19° pavimento – tem um banheiro público com acessibilidade por nível. Todos são equipados com barras de segurança e com alarmes sonoros e visuais de emergência.

As áreas públicas também foram projetadas visando acessibilidade – são três elevadores destinados a cadeirantes com anúncio verbal indicando direção e andar. O sistema de áudio auxilia o passageiro deficiente visual a identificar em qual andar o ascensor se encontra, avisando quando ele deve entrar ou sair.

A sala da Comissão foi avaliada positivamente, pois tem rampa de acesso e espaço suficiente para o cadeirante, por exemplo, ser bem atendido. O gabinete do deputado Marcelo possui dois banheiros acessíveis e também está apto a receber pessoas com deficiência.

O prédio do antigo “Banerjão” já foi considerado um ícone do modernismo e a previsão é de que a partir de março de 2021 esteja funcionando plenamente.

error: Conteúdo protegido !