Casos de morte em Barra do Piraí  são denunciados em Ato pela Paz  

0

 

 

Dezenas de pessoas participaram, na manhã do último sábado, 14, de um  Ato pela Paz, em Barra do Piraí. Organizado pelas comunidades dos Setores de São Benedito, Santana e Santa Terezinha da Diocese de Barra do Piraí –Volta Redonda, o evento contou ainda com a participação de representantes de outras denominações religiosas. A concentração aconteceu na Praça Nilo Peçanha, no Centro da cidade.

Segundo informou o padre Juarez Sampaio, o ato teve como principal  objetivo denunciar a crescente violência em Barra do Piraí. Dados municipais apresentados pelo religioso, nos últimos dois anos 88 pessoas morreram de forma violenta na cidade, incluindo as mortes causadas por acidentes de trânsito. Ainda segundo os dados, quatro desses casos foram de feminicídio, entre eles o da jovem Johana Cerqueira, de 19 anos. Ela foi encontrada com sinais de estrangulamento, no pátio da estação ferroviária em Barra do Piraí, no início do mês. O suspeito do crime, Jhonatan Nunes Lima de Souza, de 24 anos, já foi preso.

Os participantes saíram em caminhada pelas ruas do centro da cidade e para simbolizar cada morte, levavam uma cruz nas cores branca para os homicídios, vermelha para mortes no trânsito, amarelas para o suicídio e rosas para feminicídio. Padre Juarez Sampaio destacou que a população

tem padecido muito por falta de políticas públicas para alcançar as  crianças, adolescentes e jovens. Disse que é um clamor que a sociedade barrense está fazendo às autoridades para juntos dialogar e buscarem a superação da violência.