Câmara de Resende aprova a criação da Semana de Atenção ao Lúpus

0

RESENDE

O Lúpus, doença autoimune que pode afetar principalmente a pele, as articulações, os rins e o cérebro, passará a ficar mais conhecida pela população em Resende. O Legislativo acaba de aprovar um projeto de lei, de autoria do vereador Reginaldo Engenheiro Passos (PSB) que institui a Semana de Atenção e Conscientização Contra o Lúpus. De acordo com parlamentar, o objetivo é divulgar os sintomas da doença, bem como facilitar seu diagnóstico e controle. “O lúpus prejudica muito a qualidade de vida das pessoas e muitas delas chegam a deixar o trabalho depois de algum tempo. Embora ainda não exista cura, o diagnóstico precoce é fundamental para o controle da doença”, argumenta o vereador.

Também conhecido como Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), a doença  costuma afetar principalmente a pele, as articulações, os rins e o cérebro. Trata-se de uma doença autoimune, ou seja, que ocorre quando o sistema imunológico ataca tecidos saudáveis do corpo por engano. Ainda não existe um consenso no meio médico sobre suas causas. Entre os sintomas do lúpus estão o cansaço, a perda de apetite, o desânimo, a febre baixa, inflamações na pele e dores nas articulações. O diagnóstico é confirmado por meio de exames de sangue e de urina.

De acordo com o projeto de lei recém-aprovado, a Semana de Atenção e Conscientização Contra o Lúpus deverá ser realizada pela Prefeitura anualmente na semana de 10 de maio, Dia Mundial do Lúpus. “Queremos que, durante a semana, sejam desenvolvidas ações como palestras com especialistas, para informar a população sobre a doença, além de estimular pesquisas sobre o assunto e divulgar os cuidados a serem prestados aos pacientes”, detalha Reginaldo, que por meio do projeto, sugere ao Poder Executivo, firmar convênios e fazer parcerias com entidades da área da Saúde para a promoção de cursos e treinamentos para seus profissionais.

Vereador sugere fazer parcerias com entidades da área da Saúde para cursos e treinamentos de profissionais – Cynttia Freitas.

O projeto institui ainda a adoção oficial da cor roxa pela campanha, bem como a oferta de orientação especializada prestada por reumatologistas, nefrologistas, cardiologistas e psicólogos, entidades da área da Saúde para a promoção de cursos e treinamentos para seus profissionais.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !