Brasil e México repatriam cidadãos afetados pela Covid-19

0

BRASÍLIA

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil e a Secretaria de Relações Exteriores do México realizaram uma bem-sucedida operação humanitária conjunta de repatriação recíproca que beneficiou 250 nacionais de ambos os países, entre sexta e sábado, dias 24 e 25, respectivamente. Os envolvidos foram afetados por diversas medidas implementadas no contexto da contingência de saúde Covid-19.

Segundo o Ministério, “para enfrentar a complexa conjuntura decorrente da pandemia, essa iniciativa conjunta constitui um sólido sinal de vontade e espírito de colaboração que permitiu que 159 brasileiros que se encontravam retidos no México e no Panamá e 91 mexicanos que se encontravam no Brasil retornassem aos seus respectivos países de origem”.

As repatriações foram feitas por voo fretado contratado pelo governo brasileiro para a rota Cidade do México-Panamá-São Paulo-Panamá-Cidade do México, com o apoio do governo do México e do governo do Panamá e em estrita observância das disposições sanitárias e em matéria de segurança desses três países. “Em um espírito de cooperação regional, Brasil e México reforçam seus laços bilaterais e reafirmam seu compromisso de continuar prestando assistência e proteção consular a seus nacionais no exterior, principalmente àqueles afetados pelas atuais restrições de viagens e cancelamentos de voos comerciais derivados do Covid-19”, frisa o Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

REPATRIAÇÃO HUMANITÁRIA NO PARAGUAI

No dia 23 aconteceu ainda a repatriação humanitária voluntária de brasileiros que estavam no Paraguai. O Exército Brasileiro auxiliou cidadãos no trajeto Assunção-Foz do Iguaçu (PR) e outros para Ponta Porã (MS).

O grupo de brasileiro era formado por estudantes, funcionários de empresas paraguaias e profissionais autônomos. Todos solicitaram ao Ministério das Relações Exteriores o retorno para o Brasil por causa da pandemia da Covid-19. Segundo o Itamaraty, ao todo seriam 200 brasileiros repatriados de Assunção.

error: Conteúdo protegido !