Adolescentes da região realizarão testes no Fluminense sub 15

1

BARRA MANSA

Cinco meninas integrantes do projeto Las Ticas, time de futsal feminino de Barra Mansa, participarão nesta quarta-feira, dia 5, de um teste para fazer parte do Fluminense Futebol Clube, sub 15. Caso sejam aprovadas, terão a oportunidade de participar do Brasileiro, em julho, e também da Copa do Brasil Sul Americano, em novembro. As jovens que têm entre 13 e 14 anos realizarão o teste no campo Tigres do Brasil, em Xerém, no Rio de Janeiro. Caso sejam aprovadas, elas podem também serem reaproveitadas na categoria sub 17.

Segundo explicou a treinadora e coordenadora do projeto, Edmara Aparecida dos Santos, quatro jovens são de Barra Mansa e uma de Volta Redonda. “A técnica do Fluminense ligou e pediu que eu indicasse os nomes. Elas foram escolhidas porque têm potencial, elas demonstram habilidade e dedicação, então sei que elas têm condições de passarem”, declarou, informando que outro clube que entrou em contato pedindo indicações foi o Botafogo. “Preferi escolher o Fluminense, pois nesse clube elas terão as categorias de base e poderão ter uma sequência de trabalho”, afirmou.

Ainda de acordo com a técnica, o objetivo é dar oportunidade para as jovens. “Queremos ajudar, são meninas carentes e de classe média baixa, e, isso é uma grande oportunidade para elas”, afirmou, acrescentando a ascensão dependerá do desempenho em campo.

SOBRE O PROJETO

O Las Ticas, que surgiu há cinco anos, oferece aulas gratuitas de futsal para meninas a partir de oito anos. Cerca de 60 pessoas, entre nove e 38 anos, participam do projeto social, que acontece todos os sábados no Clube Municipal, no Centro, às 10 horas. Quem deseja participar do projeto, deve ir ao local, no horário e dia anteriormente indicado, com Cópias do RG e CPF, comprovante de residência, uma foto 3×4, atestado médico e preencher uma ficha de inscrição. Para menores de idade é necessária a autorização dos pais.

De acordo com a coordenadora Edmara, todas são bem vindas. “Queremos convidar mais meninas para participar, porque objetivo é crescer o futebol feminino”, ratificou, acrescentando que além do futebol de quadra, o projeto também tem o intuito de trabalhar o futebol de campo. “O futsal é primordial para trabalhar a habilidade dos jogadores, pois melhora a coordenação motora. Os melhores jogadores de campo saíram do futsal, por isso é sempre bom trabalhar essas duas áreas em conjunto”, concluiu.

1 comentário

  1. A técnica Edmara tem conhecimento sobre futsal e, o mais relevante, possui didática para transmiti-lo, associada à sensibilidade para identificar e corregir vulnerabilidades motoras e técnicas e aprimorar as vocações natas!!!

Deixe uma resposta para Martins Cancelar resposta

error: Conteúdo protegido !