Vereadora de Volta Redonda quer cumprimento da Lei da Coleta Móvel de Sangue

0

VOLTA REDONDA

A vereadora Rosana Bergone, disseque apoia a iniciativa da campanha por mais doações para manter o estoque do Banco de Sangue do Hospital São João Batista, de Volta Redonda. Ela garante que a situação seria bem diferente e, talvez nem precisasse desta convocação de doadores, se a Lei de nº 5601, de sua autoria, que cria o Sistema Municipal de Coleta Móvel de Sangue fosse cumprida.

A parlamentar faz questão de explicar como funcionaria o Sistema de Coleta atendendo a lei. “De acordo com o estabelecido na Lei, a unidade móvel precisa ter um motorista habilitado e um técnico de enfermagem e seria acionada para atender uma demanda igual ou superior ao número de dez doadores. “Os grupos agendariam a coleta por uma central de atendimento”, informou.

PROJETO DE BAIXO CUSTO

Disse a vereadora que, em sua visão para o cumprimento da lei não é um projeto de alto custo e tem um investimento semelhante ao de uma ambulância “Inclusive a que a prefeitura recebeu dias atrás do Governo do Estado, poderia ser utilizada para este fim. E os dois profissionais podem ser remanejados de outros setores e serem liberados somente para os horários da coleta de sangue”, frisou Bergone.

Segundo ela, a unidade móvel já deveria estar funcionando em um veículo adaptado pela Secretaria Municipal de Saúde, pois a Lei foi aprovada em maio deste ano. “O Banco de Sangue do Hospital São João Batista tem uma meta ideal mensal de 450 doadores e, chegaríamos fácil a este número, se a captação fosse feita onde as pessoas estão”, explicou.

COLETA MÓVEL PODE IR ÀS EMPRESAS

Rosana Bergone ressaltou que o Coleta Móvel pode ir às empresas, fazer campanhas nos bairros, com apoio das associações de moradores e captar até em outras cidades, já que o Hemonúcleo abastece também hospitais de Piraí e Pinheiral. A parlamentar indicou ainda que, o anúncio do cumprimento da Lei seria um gol de placa para o governo, já que no próximo dia 25, é comemorado o Dia Nacional do Doador.

O Banco de Sangue de Volta Redonda está fazendo uma campanha por mais doações, para manter o estoque abastecido, principalmente, no período de festas de fim de ano, onde normalmente, os doadores comparecem em menor número. O pedido é reforçado pela coordenadora do Hemonúcleo, Rosimere Herdy Cardoso e pelo secretário de Saúde, Alfredo Peixoto.

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !